Quinta-Feira, 26 de Abril de 2018
Brasil
12/04/2018 17:47:00
Desta vez, Gilmar Mendes foi longe demais!
Ministro ataca juízes e diz que corrupção já entrou na Lava Jato

Veja/PCS

Imprimir
Gilmar Mendes (Foto: Ueslei Marcelino/Reuters)

Na sessão de ontem do Supremo Tribunal Federal, o ministro Gilmar Mendes processou, denunciou, julgou e condenou sozinho o cidadão Marcelo Miller, suspeito de ter atuado em favor dos executivos da JBS enquanto ainda exercia as funções de procurador na Procuradoria Geral da República.

Não satisfeito, ainda invadiu a vida privada de Miller insinuando que ele teve um caso amoroso com Fernanda Tórtima, advogada do grupo JBS. E para constrangimento da procuradora-geral Raquel Dodge, presente à sessão, exigiu que ela investigasse Miller, Tórtima e quem mais fosse preciso para esclarecer tudo.

“A corrupção já entrou na Lava Jato”, disse Gilmar. Que não poupou ataques ao Ministério Público Federal e aos juízes Sérgio Moro e Marcelo Bretas, responsáveis pelas ações da Lava Jato em Curitiba e no Rio de Janeiro. “Perdemos o controle do sistema. Estamos montando uma estrutura de corrupção”, disse.

Gilmar fez por merecer o que seu então colega de tribunal Joaquim Barbosa disse dele em abril de 2009: “Vossa Excelência está destruindo a Justiça deste País. Saia à rua, ministro Gilmar. Faça o que eu faço. Vossa Excelência não está na rua, está na mídia destruindo a credibilidade do Judiciário brasileiro”.

Nada muito diferente do que disse também o ministro Luís Roberto Barroso a menos de um mês.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias