Domingo, 19 de Novembro de 2017
Cidades
30/10/2017 19:08:00
Mais de 230 mil veículos devem passar pela BR-163 no feriado de Finados
Por conta do movimento, concessionária montou operação até segunda (6)

CE/PCS

Imprimir
Foto: Arquivo/PC de Souza

Aproximadamente 238 mil veículos devem trafegar pela BR-163 durante o feriado prolongado de Finados, entre os dias 1º e 6 de novembro, em Mato Grosso do Sul.

De acordo com a concessionária que administra a rodovia, CCR MSVia, expectativa é que no dia 2 de novembro, cerca de 52 mil veículos passem pela rodovia, sendo o horário com maior movimento das 17h às 20h. Na sexta (3), 48 mil veículos devem trafegar pela rodovia e o pico de tráfego deve se concentrar entre às 11h e 15h.

No último dia da operação, na segunda-feira (6), cerca de 51 mil veículos devem passar pela BR, sendo o horário de maior fluxo de veículos das 15h às 19h.

Por conta da movimentação, concessionária intensificará operação na rodovia, com viaturas posicionadas em pontos estratégicos nos horários críticos de tráfego.

Estarão em operação 2 ambulâncias-resgate, quatro viaturas de intervenção rápida, nove guinchos pesados, 21 guinchos leves, 24 inspeções de tráfego e 11 caminhões de serviço à disposição dos usuários, 24 horas por dia.

A Operação utilizará ainda,18 painéis fixos e 17 painéis móveis de mensagens variáveis, instalados em pontos estratégicos para informar, em tempo real, eventuais interferências no tráfego.

As praças de pedágio estarão operando normalmente. Tarifas básicas variam de R$ 4,70 a R$ 7,20 e pagamento deve ser feito apenas em dinheiro ou cheque.

As praças estão instaladas nos seguintes locais: P1 – Mundo Novo (km 28,2); P2 – Itaquiraí (km 113,2); P3 – Caarapó (km 227,9); P4 – Rio Brilhante (km 313,7); P5 – Campo Grande (km 432,1); P6 – Jaraguari (km 533,8); P7 – São Gabriel do Oeste (km 603,4); P8 – Rio Verde de Mato Grosso (km 703,5) e P9 – Pedro Gomes (km 817,8).

Informações sobre condições de tráfego ou solicitação de auxílio podem ser feitas por meio do Disque CCR MSVia, no telefone 0800 648 0163, que funciona 24 horas.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias