Terça-Feira, 17 de Setembro de 2019
Cidades
27/03/2019 17:18:00
Mulher em Dourados pode ser sexta morte por dengue em MS
Caso ocorreu na noite de terça e quadros são de dengue hemorrágica

CE/PCS

Imprimir

Mulher de 58 anos morreu na noite de terça-feira (26) no Hospital da Vida, em Dourados, sob suspeita de dengue hemorrágica.

Segundo o coordenador do Núcleo de Vigilância Sanitária de Dourados, Devanildo de Souza, um exame realizado num laboratório de análises particular na cidade atestou a morte por dengue.

Agora a amostra colhida da vítima será encaminhada ao Lacen (Laboratório Central de MS) para oficialização do fator que causou a morte da douradense.

Ao portal, Souza explicou que a mulher teria dado entrada na Unidade de Pronto Atendimento da cidade horas antes e em seguida foi encaminhada ao hospital, onde às 19h07 morreu com sintomas muito característicos às da dengue hemorrágica.

Se confirmada, essa será a segunda morte em menos de uma semana na cidade. Na madrugada da última sexta (22), um menino de 11 anos morreu na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do HU (Hospital Universitário) diagnosticado com dengue hemorrágica. No Estado, ao todo, cinco casos já estão confirmados.

EPIDEMIA

Com 36 municípios na faixa de alta incidência de dengue, Mato Grosso do Sul possui 15.924 casos suspeitos da doença. As informações são do boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde, divulgado nesta quarta-feira (27).

Em todo o Estado, os casos confirmados da doença totalizam 6.635. A maioria destes se concentra em Campo Grande, sendo 4.605. Na sequência, Três Lagoas registra 1.058. Dourados conta com 208 casos confirmados e Sidrolândia registra 152.

O maior número de casos suspeitos (notificados) também é da Capital, com 6.992. Desponta na tabela de casos notificados a cidade de Figueirão, com 87 ao todo, contando com uma população de 2.997 pessoas.

Entre outras cidades com alta incidência, estão: Três Lagoas, Vicentina, Sidrolândia, Água Clara, Mundo Novo, Camapuã, São Gabriel do Oeste, Dois Irmãos do Buriti, Aparecida do Taboado, Jaraguari, Corguinho.

É considerado “alta incidência” da doença quando se registra acima de 300 casos por 100 mil habitantes.

Dourados tem 585 casos notificados de dengue, com população estimada em 207.498 habitantes. Neste caso é considerada média incidência da doença (100 a 300 casos por 100 mil habitantes).

Nesta condição de média incidência estão 25 cidades no Estado. Entre estas Glória de Dourados, Bodoquena, Costa Rica, Maracaju, Nova Alvorada do Sul, Caarapó, Corumbá, Jardim e outras.

O crescimento no número de casos notificados em Mato Grosso do Sul é notável da semana anterior para a atual, quando foram registrados 14.060 para 15.924, ou seja, 1.864 a mais.

Segundo o boletim de ocorrência, as cinco mortes por dengue confirmadas no Estado até aqui foram em: duas em Campo Grande e Três Lagoas, além do menino douradense.

Na última terça-feira (26), a Pasta estadual divulgou uma série de ações junto aos municípios, como distribuição de insumos e medicamentos, para conter o crescimento da doença.

As informações são do portal Dourados News.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias