Segunda-Feira, 22 de Outubro de 2018
Ciência e Saúde
05/10/2018 11:30:00
Bactérias da boca podem favorecer outros tipos de doenças
Em pessoas com problemas cardiovasculares, diabetes e gastrites existe a possibilidade de agravamento da enfermidade pela propagação das bactérias

NM/PCS

Imprimir

Manter uma boa higiene bucal é fundamental para preservar a integridade dos dentes e evitar problemas como doenças gengivais e cáries. O que muitas pessoas não sabem é que a falta de limpeza da boca ocasiona a proliferação de bactérias que podem atingir órgãos importantes do corpo humano e agravar doenças.

O dentista do Seconci-SP, Sylvio Varkala Sangiovanni, explica que possuímos diversas bactérias na cavidade bucal. Elas exercem um papel muito importante de auxiliar no processo de digestão dos alimentos. “O problema é quando a pessoa não realiza a higiene bucal corretamente, pois há um acúmulo de bactérias e fungos que podem entrar na corrente sanguínea e agravar doenças cardiovasculares, diabetes, alterações gástricas, câncer e, em algumas mulheres gestantes, podem levar ao parto prematuro ou até ao aborto”, comenta o especialista.

Nos casos de doenças cardíacas, a mais comum é a endocardite bacteriana, inflamação que afeta as estruturas internas do coração e pode ser causada pela gengivite (Inchaço da gengiva). De acordo com o dentista, pessoas com este problema possuem um aumento da quantidade de bactérias na flora bucal e, como a gengiva é altamente vascularizada, esses microrganismos penetram na corrente sanguínea e chegam até o coração, causando uma inflamação grave da película que o envolve, podendo assim levar, em casos graves, até a óbito.

Já em pessoas diabéticas, as doenças gengivais podem dificultar o processo de retirada do açúcar do sangue pela insulina. Devido a essa dificuldade, ocorre a elevação da glicemia (quantidade de açúcar na corrente sanguínea) que é maléfica a diversos órgãos do corpo humano.

Outro grupo que também pode sofrer com a elevação destas bactérias na cavidade bucal são as pessoas que possuem gastrite ou úlcera em decorrência da bactéria Helicobacter Pylori (H. pylori). Neste caso, a placa bacteriana (formadora dos problemas gengivais) serve como um reservatório desse tipo de microrganismo causando uma constante recontaminação do sistema gastrointestinal. “Nesta situação, além do remédio para o H. pylori, o paciente terá que realizar um tratamento para eliminar a placa visando a cura efetiva”, explica o dr. Sangiovanni.

O dentista do Seconci-SP comenta que gestantes com ocorrências odontológicas, como gengivites, correm um risco maior de ter partos prematuros ou dar à luz bebês com baixo peso (menos de 2,5 kg). Isso acontece porque, uma vez na corrente sanguínea, estas bactérias da boca podem chegar ao líquido amniótico ou à placenta e, por serem microrganismos identificados como nocivos, o corpo da grávida entende que é necessário apressar o trabalho de parto. Por este motivo, é importante a gestante realizar uma avaliação preventiva antes de engravidar e visitar o dentista periodicamente durante a gestação.

Pessoas que estão em tratamento de algum tipo de câncer são mais um grupo que deve ter especial cuidado com a saúde bucal, recomenda o dr. Sangiovanni. “Durante o tratamento deste tipo de enfermidade, seja através da quimioterapia, radioterapia ou uso de medicamentos, ocorrem alterações das condições normais da cavidade bucal, facilitando o surgimento de problemas gengivais, cáries e infecções causadas por bactérias e fungos”, ressalta.

O dr. Sangiovanni explica que tudo isso pode ser facilmente evitado por meio da higiene regular da cavidade bucal. “É muito importante consultar semestralmente o dentista para uma avaliação preventiva”. No Seconci-SP, os trabalhadores e seus familiares contam com toda a estrutura laboratorial e profissionais de diferentes especialidades dentro da odontologia para a realização de exames e tratamentos, quando necessário.

SERVIÇO: GOU Clínicas de Odontologia - Avenida Virginia Ferreira Nº 320 - Bairro Flávio Garcia - Coxim MS - Fone 67 3291-5619 - 67 99602-2360

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias