Domingo, 23 de Janeiro de 2022
Ciência e Saúde
05/11/2021 10:56:00
Coxim dispensa uso de máscaras em ambientes abertos

Sheila Forato

Imprimir
Foto: PC de Souza

O uso de máscaras não é mais obrigatório em ambientes abertos de Coxim. O decreto desobrigando foi publicado nesta quinta-feira (4), depois que recebeu a assinatura do prefeito Edilson Magro (DEM).

Desde então, as máscaras são obrigatórias apenas em ambientes fechados, incluindo repartições públicas, de qualquer esfera. O mesmo vale para os templos religiosos.

O prefeito enfatizou que a queda dos casos de Coronavírus (Covid-19) possibilitou a desobrigação parcial do uso. Ele aproveitou para pedir que as pessoas continuem mantendo os cuidados, principalmente de higienização das mãos.

Atualmente, Coxim tem apenas um caso ativo da doença e um suspeito, conforme boletim epidemiológico mais recente. Durante a pandemia, o município perdeu 113 moradores para a doença.

O gerente da Vigilância Sanitária, Luiz Eduardo dos Santos, lembrou que Coxim está seguindo a tendência estadual, uma vez que a maioria dos municípios está desobrigando o uso do item em ambientes abertos.

“O momento em que estamos vivendo nos possibilita a flexibilização. Estamos findando um ano difícil, que tivemos de fechar o cerco contra o vírus, impondo restrições ao comércio e, consequentemente, à população. Entretanto, estamos confiantes que se todos continuarem mantendo os cuidados vamos virar esse capítulo triste da nossa história”, apostou Santos.

No mesmo decreto, a Prefeitura liberou a ocupação de 100% dos estabelecimentos comerciais, dos templos religiosos e da capacidade dos eventos. Vale ressaltar que em todos os lugares as medidas de controle da doença devem ser mantidas, incluindo a disponibilidade de álcool 70.

Vacinação

Edilson também apelou para aquelas pessoas que estão resistindo a vacinação. “Está mais do que provado que a imunização está contribuindo para o controle da pandemia”, argumentou o prefeito. Coxim tem imunizantes em todos os postos de saúde, para pessoas a partir dos 12 anos.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias