Quinta-Feira, 2 de Dezembro de 2021
Ciência e Saúde
29/09/2021 09:18:00
De parceiros a adversários, Edilson e Aluízio voltam a se unir para fechar tenda do Covid-19

Sheila Forato

Imprimir
Foto: Augusto Marques/PMC

Um ato nobre foi protagonizado no início desta semana por Edilson Magro (DEM) e Aluízio São José (PSB), atual e ex-prefeito, respectivamente, que se juntaram para fechar a tenda do Covid-19, no bairro Flávio Garcia, em Coxim.

Edilson aproveitou para agradecer os profissionais da saúde e destacou o trabalho desenvolvido pelas duas administrações, que não mediram esforços para combater a pandemia de Coronavírus (Covid-19).

“No começo da pandemia as pessoas estavam desesperadas, sem saber o que fazer, e vocês tiveram que tomar as primeiras decisões visando a saúde pública”, disse o prefeito, se referindo a Aluízio, ao ex-secretário de Saúde Franciel Oliveira e integrantes da Vigilância Sanitária.

O ex-prefeito relembrou as difíceis decisões que teve de tomar, por orientação das autoridades sanitárias. “Foram decisões que desafiaram o entendimento da população, mas, à época, foi necessário colocar decisões técnicas em prática”, comentou Aluízio.

O Coronavírus marcou a vida do ex-prefeito duplamente. Primeiro por ter sido o gestor que iniciou o enfrentamento do Coronavírus em Coxim. Segundo por ter perdido a mãe, Ilda Cometick São José, para a doença em dezembro de 2020. Na época, Aluízio estava afastado do cargo de prefeito, pois também tinha passado por uma cirurgia na cabeça, no mês anterior, para retirada de tumor.

No campo político, os caminhos de Edilson e Aluizio já se cruzaram outras vezes. A primeira vez em que Aluízio foi eleito prefeito de Coxim, em 2012, ele teve Edilson como vice, na época pelo MDB.

Em 2016 o grupo que dava sustentação a Aluízio queria manter a dobradinha, mas, Edilson não quis ser candidato a vice, pois já mirava na possibilidade de ser candidato a prefeito em 2020. Inclusive deixou o MDB e migrou para o DEM, temendo não ter espaço para disputar a cadeira de prefeito.

Ainda em 2020, os dois ocuparam palanques distintos, mas, quis o destino que eles voltassem a se unir, desta vez para finalizar um capítulo do Coronavírus, que já ceifou a vida de 112 coxinenses. Entretanto, nos últimos 60 dias Coxim assiste a queda drástica dos números. Atualmente, o município tem apenas dois casos ativos da doença, conforme boletim epidemiológico mais recente.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias