Domingo, 24 de Junho de 2018
Ciência e Saúde
01/06/2018 15:31:00
É verdade que malhar no frio ajuda a emagrecer mais rápido? Entenda

Metro/PCS

Imprimir
Foto: Matthew Lloyd

Nos dias frios, é comum que as academias e os parques tenham menos pessoas praticando exercícios. Mas o inverno não pode ser desculpa para abandonar as atividades físicas: é justamente nesse período que se movimentar traz mais benefícios para a saúde.

Para o cardiologista Filippo Aragão Savioli, especialista em Cardiologia do Esporte e Exercício pela Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), os benefícios são muitos, para todo o corpo. "Ainda que todo o exercício impulsione o metabolismo, o treinamento no frio produz um aumento metabólico mais alto", explica Savioli.

O Metro Jornal perguntou ao cardiologista sobre essa vantagens.

É verdade que malhar no frio ajuda a emagreceu mais rápido? Por que?

O frio é muito mais caro, do ponto de vista metabólico. Para aumentarmos a temperatura de nosso corpo – ou para mante-lo aquecido – ativamos um mecanismo chamado de termogênese. Esse processo nada mais é do que a formação de calor e o combustível para ele são as calorias. Logo, ao fazermos exercícios físicos no frio, já de início acontece uma queima maior de calorias em nosso corpo, só para o controle de temperatura e isso também contribui para o emagrecimento.

Quais os principais benefícios para o corpo de fazer exercícios físicos no inverno?

Treinar durante o inverno é a melhor maneira de fortalecer seu sistema imunológico e se defender contra resfriados e gripes sazonais. O exercício regular ao ar livre no frio reduz o risco de suscetibilidade à gripe em 20-30%. Embora sair para treinar não pareça a coisa mais atraente quando está frio lá fora, as endorfinas liberadas pelo exercício farão valer a pena o esforço. O circulação sanguínea faz aumentar acentuadamente os níveis de serotonina no cérebro; foi descoberto que isso é quatro vezes mais eficaz na redução dos sintomas de depressão do que os antidepressivos.

Ainda que todo o exercício impulsione o metabolismo, o treinamento no frio produz um aumento metabólico mais alto. Como o corpo precisa gastar energia adicional para manter-se aquecido, esse tipo de atividade produz um gasto calórico maior e tem um efeito particular sobre as células adiposas, contribuindo para o emagrecimento. Uma pesquisa realizada nos EUA descobriu que o treinamento regular em climas frios tem potencial para adicionar, em média, 29% à velocidade de corrida dos atletas.

O frio também faz com que o coração trabalhe mais para distribuir o sangue por todo o corpo. Para um coração doente que se esforça para administrar o estresse do exercício, pode ocorrer exacerbação de doenças ou ate mesmo o surgimento delas. Mas um praticante regular de exercícios pode tornar seu músculo cardíaco ainda mais forte e adaptado com essas sessões em clima frio, preparando melhor o corpo para exercícios mais extenuantes no futuro.

Existe um horário do dia que seja melhor fazer exercícios no frio?

No frio aconselha-se que a prática de exercícios físicos ao ar livre sejam feitos nos períodos em que o Sol esteja presente, para evitar efeitos indesejáveis da baixa temperatura. Desta forma, os bons períodos para treinar ao ar livre no inverno são o final da manhã e ao entardecer.

Tem algum tipo de atividade física que não é recomendada em dias gelados?

Não existem exercícios contraindicados em dias frios, mas existem pessoas que devem tomar mais cuidado ao exercitarem em dias frios, principalmente que tem asma, doenças cardíacas ou Doença de Raynaud.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias