Sexta-Feira, 15 de Dezembro de 2017
Ciência e Saúde
05/10/2017 18:44:00
Homem vai a cinco postos de saúde em busca de medicamento para filha mas não encontra
Prazo de reposição é de 20 dias

Midiamax/PCS

Imprimir

Buscando medicamento para a filha de cinco anos, homem denúncia a falta na rede pública após ir em cinco unidades de saúde na Capital. De acordo com o rapaz, a carbamazepina é um remédio usado diariamente no tratamento de ansiedade da menina há dois anos. “Ela não dorme se não toma. Ela sofre de insônia”.

Depois de ir aos postos dos bairros Parque do Sol, Aero Rancho, Macaúbas, Jockey Club e Vila Almeida e constatar a falta do medicamento usado para tratamento de epilepsia e dores neuropáticas, Jossandro Oliveira, 31 anos, supervisor de loja, decidiu procurar o Jornal Midiamax para denunciar a situação.

"Eu rodei a cidade, não encontrei remédio. No posto me disseram que não existe previsão de reposição", disse.

De acordo com o homem a filha faz acompanhamento com a psicóloga e psiquitatra há 2 anos. “Ela tem transtorno de ansiedade. Faz acompanhamento com o psicólogo e com o psiquiatra. Se ela não toma o remédio antes de dormir sofre com a insônia e o bruxismo”, contou.

Procurada pela equipe de reportagem a prefeitura informou que a previsão para normalizar o fornecimento do medicamento é de 20 dias.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias