Quinta-Feira, 27 de Julho de 2017
Ciência e Saúde
18/04/2017 11:58:00
Infecção dentária causa lesões permanentes em atriz
Renata Banhara corre o risco de ter paralisia facial como sequela, perdendo parte dos movimentos do lado direito do rosto

Veja/PCS

Imprimir

Desde a última semana, a modelo Renata Banhara, de 41 anos dominou as redes sociais. A atriz está internada há vários dias na unidade semi-intensiva do hospital Albert Einstein, em São Paulo para tratar uma grave infecção. O motivo da complicação foi o que deixou muitas pessoas em alerta: de acordo com a assessoria de imprensa da modelo, o problema foi causado por um canal realizado há pelo menos seis anos.

Tudo começou com uma forte dor de cabeça que foi inicialmente diagnosticada como uma simples sinusite. Após a realização de alguns exames, os médicos descobriram que, de forma silenciosa, a bactéria Streptococcus anginosus ficou alojada por todos esses anos em um dos dentes de Renata. O microrganismo foi se alastrando pelo tecido interno da face, comprometendo os nervos e tecidos internos do rosto e da cabeça da atriz.

Desde então, Banhara passou por duas cirurgias na cabeça para retirar a bactéria e conter a infecção. Nos últimos boletins médicos, foi informado que ela corre o risco de ter paralisia facial como sequela, perdendo boa parte dos movimentos na região afetada. Isso porque os médicos tiveram de remover o tecido infectado, que havia comprometido o nervo facial do lado direito.

Mesmo se tratando de uma situação considerada rara, muitas pessoas manifestaram medo e apreensão nas redes sociais.

Veja como evitar infecções bucais

O canal ou a retirada dos siso são procedimentos odontológicos muito comuns. Em ambas as situações, o risco de infecção existe. A melhor forma de evitar o risco é por meio de medidas preventivas. Geralmente, ao extrair um dente, por exemplo, o cirurgião-dentista prescreve antibióticos para conter essa ameaça.

Vale lembrar que, em casos como o de Renata, o diagnóstico precoce é fundamental. Nesse estágio, a bactéria ainda não teve tempo suficiente para se alastrar e há mais chance de interromper o avanço da infecção. Por isso, a recomendação dos especialistas é a de que as visitas ao dentista sejam periódicas, independente dos sinais ou manifestações clínicas, como as fortes dores que a atriz relatou.

No tratamento preventivo, também feita uma avaliação criteriosa e caso haja alguma alteração significativa nos dentes, o dentista é capaz de identificar e impedir que o quadro tome proporções maiores.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias