Quinta-Feira, 22 de Agosto de 2019
Ciência e Saúde
09/05/2019 10:34:00
Morte de jovem em Coxim alerta para necessidade de combater o dengue
Controle de Vetores encontra focos em até 50% das casas visitadas em Coxim

Sheila Forato

Imprimir
Foto: Reprodução/TV Anhanguera

A morte do jovem Belchior da Silva Viçoso, de 19 anos, na madrugada desta quarta-feira (8) em Coxim, alerta para a necessidade de se combater o mosquito aedes aegypti, que transmite o dengue.

Segundo boletim epidemiológico da secretaria de Estado de Saúde, em 2019, já foram confirmados 183 casos de dengue em Coxim. Esse número corresponde as pessoas que o sistema de saúde consegue alcançar.

Para muitos o dengue é uma doença inofensiva, alguns confundem com uma virose, que causa indisposição, febre, vômito, diarreia, entre outros sintomas semelhantes, porém, é uma doença perigosa e pode levar a morte.

Os números da secretaria Municipal de Saúde comprovam que entre 40 a 50% da população de Coxim não estão preocupadas com o dengue, pois, a cada 10 casas visitadas pelo Controle de Vetores entre quatro e cinco são encontradas focos.

E, por mais incrível que pareça, o combate é simples. Basta agir, pois, todos sabem como combater a doença. Mas, não custa lembrar. O dengue é evitado eliminando água parada, principalmente em pratos de plantas e garrafas, fechando adequadamente caixas d´água ou qualquer outro recipiente, mantendo calhas e ralos limpos, evitar o acúmulo de lixo nos quintais e até mesmo em terrenos baldios, entre outros.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias