Quarta-Feira, 24 de Outubro de 2018
Ciência e Saúde
11/05/2018 11:22:00
Pai e filha de oito meses são diagnosticados com vírus da gripe H3N2
Estado de saúde é estável e os pacientes se recuperam em casa

Nova News/PCS

Imprimir

O boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES) confirmou dois casos de pacientes contaminados pelo vírus da gripe H3N2. Um homem, que não teve a identidade divulgada, e a filha dele, que tem oito meses de vida. Os casos foram confirmados recentemente e ambos estão fora de perigo.

No entanto, conforme apuração do Nova News, apenas o caso da criança faz parte do boletim epidemiológico que inclui Nova Andradina, enquanto que o pai teve a doença confirmada no município de Ivinhema.

A coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Tatiana Rovani Pacito explicou que o município tem cinco casos notificados do vírus Influenza que estão sob investigação.

“A infestação dos vírus da gripe está sob controle em Nova Andradina. Pedimos aos grupos de risco que procurem as salas de vacina e se imunizem contra a doença, especialmente as gestantes e as crianças em que a procura tem sido muito baixa durante a campanha. No caso da bebê infestada, por exemplo, tratava-se de um grupo de risco em que todo cuidado é pouco”.

DADOS OFICIAIS

Desde o início da 20ª Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe mais de 76 mil pessoas foram imunizadas em Mato Grosso do Sul. A informação foi divulgada pelo Datasus/MS.

No Estado, 737.395 mil pessoas fazem parte do público alvo, conforme a definição do Ministério da Saúde. A SES espera vacinar ao menos 90% desse público, o que representa 663.656 mil pessoas.

Fazem parte do grupo prioritário: crianças de 06 meses a menores de 5 anos, gestantes, puérperas, professores, profissionais da saúde, povos indígenas, indivíduos com 60 anos ou mais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população carcerária e funcionários do sistema prisional, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais independente da idade.

De acordo com o escalonamento da entrega da vacina, o início da campanha será para os grupos prioritários do público alvo que são: profissionais de saúde, crianças de 06 meses a menores de 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas e professores.

A partir do dia 12 de maio a vacinação será estendida para a população com idade acima de 60 anos. Para os demais grupos, a campanha estará disponível apenas no dia 21 de maio.

A influenza é uma doença respiratória infecciosa, de origem viral, que pode levar ao agravamento e ao óbito, especialmente nos indivíduos que apresentam fatores ou condições de risco para as complicações da infecção.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias