Sábado, 20 de Julho de 2019
Ciência e Saúde
09/02/2019 17:58:00
Paracetamol durante a gravidez pode aumentar risco de autismo nos bebês
O consumo do remédio durante a gestação pode alterar o equilíbrio hormonal no útero

NM/PCS

Imprimir

Sabia que tomar paracetamol pode não ser indicado durante a gestação?

De acordo com um estudo publicado pelo periódico científico Hormones and Behavior, a popular droga analgésica pode trazer riscos para a saúde do bebê, entre eles transtorno do deficit de atenção, hiperatividade (TDAH), redução do quociente de inteligência, aumentando ainda a propensão da criança desenvolver autismo.

Segundo a pesquisa, tais riscos são consequência da associação entre o medicamento, conhecido pelo nome de acetaminofeno (APAP), e a alteração que este pode desencadear no equilíbrio hormonal no útero.

Além disso, dependendo da quantidade de paracetamol ingerida e do sexo do bebê, poderá implicar outra agravante para a criança: o atraso na fala.

Mulheres que tomaram mais de seis vezes o medicamente durante a gestação podem estar mais propensas a terem filhas com vocabulário limitado.

Até ao momento, os cientistas ainda não conseguiram determinar o motivo pelo qual o risco difere entre bebês do sexo masculino e feminino.

“A exposição à APAP é tão comum que mesmo as implicações de saúde pública de nível moderado para o desenvolvimento neurológico são substanciais”, afirmou Ann Z. Bauer, um dos líderes da pesquisa, ao jornal britânico Daily Mail. Além do investigador, outros cientistas norte-americanos foram responsáveis por analisar nove estudos, investigando um total de 150 mil mães e bebês.

Notícias relacionadas

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias