Terça-Feira, 14 de Julho de 2020
Ciência e Saúde
30/06/2020 12:30:00
Saúde confirma Coronavírus em dono de mercado, mas alerta que não há motivo para pânico

Sheila Forato

Imprimir
Foto: Getty Images

Na manhã desta terça-feira (30) a secretaria de Saúde de Coxim recebeu a confirmação de que o proprietário de um mercado, de 69 anos, está com Coronavírus (Covid-19), mas, alertou que não há motivo para a população entrar em pânico.

Por telefone, o secretário de Saúde, Franciel Oliveira, explicou que a Prefeitura já tomou todas as medidas, isolando as pessoas que tiveram contato direto com o paciente, entre esses familiares e funcionários.

“Não é preciso pânico entre as pessoas que são clientes da empresa, até porque o mercado estava cumprindo as regras sanitárias, garantindo um ambiente seguro a quem entrava no local. Quem foi ao mercado seguindo os protocolos de segurança não tem motivos para se preocupar. Do mais, a orientação é a de sempre. Em caso de sintomas entre em contato com o Tele Covid através do 99936-5251”, alertou o secretário.

Franciel lembrou que o contágio acontece com o contato direto. Mas, o que é o contato direto? O Edição MS foi buscar essa resposta junto as autoridades sanitárias. Um dos exemplos é o aperto de mão. Agora você vai se perguntar, mas eu posso ser contagiado ao apertar a mão da pessoa infectada?

Para que o contágio aconteça é preciso que esse paciente tenha tido contado com a própria secreção, em seguida aperte sua mão e você a leve na boca, nariz ou olhos antes de higienizá-la. Então, se você toma todos os cuidados com a higiene das suas mãos dificilmente será contaminado pelo Coronavírus.

Outro exemplo de contato direto é estar a curta distância, sem ambos estarem protegidos com máscaras, e a pessoa infectada tossir ou espirrar, quando geralmente se expele secreções. Contudo, se todos estiverem protegidos, a chance de contágio é pequena, de 1,5%, conforme as autoridades sanitárias.

Existem outras possibilidades de contato direto. Sim, mas é difícil exemplificar todas, até porque tudo que envolve a doença ainda é estudado pela ciência. Os familiares, por exemplo, podem ter contato direto através do uso de utensílios como copo e talheres, entre outros. Por isso, é importante separar os objetos de quem está infectado.

A maioria das pessoas que entrou no mercado teve o chamado contato eventual com o proprietário e seus contatos diretos. Neste caso, as chances de contágio são pequenas. Cabe o alerta para os sinais que seu organismo possa dar. Sentiu tosse, febre ou dificuldades para respirar procure orientação do Tele Covid para investigação.

Fechamento do mercado

O secretário explicou que a Vigilância Sanitária já esteve na empresa, prestou todas as informações aos familiares e funcionários. Eles também fecharam o mercado, inicialmente por sete dias. Entretanto, a empresa pode ser reaberta antes, basta que os proprietários apresentem um plano de biossegurança para reabertura sem a utilização dos funcionários que precisam ficar em isolamento por serem considerados contatos diretos.

De acordo com Franciel, a necessidade de fechar a empresa segue um protocolo, pois os funcionários devem se manter isolados em suas casas por sete dias, período em que geralmente o organismo apresenta sintomas da infecção pelo Coronavírus. Vale lembrar que é entre o sétimo e décimo dia que o exame apresenta maior precisão no diagnóstico.

Estado de saúde

O estado de saúde do empresário é grave. Ele segue internado na UTI (Unidade de Tratamento Intensiva) do Hospital Regional de Campo Grande. O Edição MS conversou com um dos filhos do paciente e ele informou que a situação não é boa, mas que familiares e amigos estão unidos em oração para que Deus o abençoe com a cura.

Não é exagero. Uma corrente de orações voltadas ao empresário tomou conta das redes sociais. Ele é um homem de muita fé, atuante na igreja católica e busca diariamente passar mensagens positivas nas redes sociais. No último vídeo gravado e postado dia 22 de junho, o empresário cita um trecho bíblico: São Mateus, capítulo sete, versículo do um ao cinco e começa:

“Não ter medo de declarar-se por Jesus diante dos homens. A recomendação hoje é para não julgar os outros. O olhar de Deus para conosco é amoroso e misericordioso. É assim que Ele nos olha...”, segue num vídeo de pouco mais de dois minutos.

Números em Coxim

O boletim epidemiológico da Prefeitura é divulgado diariamente as 17 horas. No último Coxim contabilizava 15 casos, somado ao citado na reportagem 16. As 18 horas o prefeito Aluizio São José, junto com o secretário, detalha a situação do município. Além do 16º outros casos já foram confirmados na principal cidade da região norte.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias