Quarta-Feira, 29 de Maio de 2024
Comportamento
12/04/2024 07:33:00
5 sinais de alerta de deficiência de ferro no corpo, segundo especialista
Existem vários sinais que podem indicar deficiência desse nutriente

ETNT/PCS

Imprimir
Foto: © Shutterstock

O ferro é um mineral importante no transporte de oxigênio pelo organismo e na produção de hemoglobina, essencial para os glóbulos vermelhos. Existem vários sinais que podem indicar deficiência desse nutriente.

Em um artigo publicado no site Eat This, Not That, a nutricionista Lauren Manaker discute esses sinais de alerta:

Constante cansaço: Baixos níveis de ferro dificultam o transporte adequado de oxigênio para os tecidos e órgãos.

Unhas em formato de "colher": Indicativo de baixos níveis de ferro no corpo.

Sensação frequente de frio: O ferro é crucial na produção de hemoglobina, que ajuda a regular a temperatura corporal.

Dificuldade para dormir: Níveis adequados de ferro auxiliam na produção de serotonina, importante para o sono.

Ansiedade: A quantidade de ferro está relacionada ao aumento da ansiedade.

COMO MELHORAR

Para melhorar a situação, o ideal é comer alimentos ricos em ferro. Existem dois tipos de ferro encontrados nos alimentos: o heme, que é melhor aproveitado pelo organismo, e o não heme, que tem a absorção dependente de alguns fatores, como ingestão (na mesma refeição) de alimentos riscos em vitaminas C e A.

Alimentos ricos em ferro heme: carne vermelha, fígado bovino e de galinha, ostra, coração de galinha, carne suína e pescados, gema de ovo.

Alimentos ricos em ferro não heme: semente de abóbora, feijões, lentilha, fava, grão-de-bico, soja, folhas verde-escuras (agrião, couve, cheiro-verde etc.).

Alimentos ricos em vitamina C: laranja, limão, kiwi, maracujá, tomate, couve-flor, pimentão, morango, abacaxi, mexerica, acerola, goiaba.

Alimentos ricos em vitamina A: fígado, gema de ovo, peixes como salmão e truta, batata-doce, abóbora, cenoura, couve, manga, mamão, goiaba.

Em alguns casos, a suplementação também é indicada, mas sempre consulte um médico.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias