Sábado, 15 de Dezembro de 2018
Comportamento
04/12/2018 18:21:00
Discurso de ódio? 'Não tem lugar na nossa plataforma', diz CEO da Apple
Em 2018, a empresa removeu conteúdo pertencente ao conhecido programa de conspirações Infowars de Alex Jones

NM/PCS

Imprimir

Na Apple, acreditamos que a tecnologia tem de ter uma perspectiva clara. Esta não é altura de ficar confuso. Temos apenas uma mensagem para aqueles que querem criar divisões, ódio e violência: Não têm lugar nas nossas plataformas”. Foi assim que o CEO da Apple, Tim Cook, recebeu o primeiro prêmio “Courage Against Hate” (Coragem Contra Ódio) da Anti-Defamation League (ADL).

Cook recordou ainda que este ano a Apple deu luta a agentes do movimento de supremacia branca nos EUA, aludindo à remoção de episódios do programa de conspirações Infowars de Alex Jones. “Desde os primeiros dias do iTunes até à Apple Music hoje que sempre proibimos música com histórico de supremacia branca. Por que? Porque é a coisa certa a fazer”, apontou Cook de acordo com o The Verge.

O executivo da Apple refletiu também sobre a importância de pensar para além da tecnologia, admitindo que hoje em dia se preocupa “menos com computadores que pensam como pessoas e sim com pessoas que pensam como computadores”.

“A tecnologia deve ser sobre potencial humano. Deve ser sobre otimismo. Acreditamos que o futuro deve pertencer a quem vê a tecnologia como uma forma de construir um mundo com mais inclusão e esperança”, afirmou Cook.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias