Terça-Feira, 11 de Dezembro de 2018
Coxim
24/05/2018 14:00:00
Procon notifica posto que alterou preço do combustível em Coxim

Sheila Forato

Imprimir

Após reportagem do Edição MS, o Procon notificou o posto de combustíveis São Cristóvão de Coxim, no início da tarde desta quinta-feira (24), pela alteração nos preços dos combustíveis.

Foto: PC de Souza

O diretor do Procon, Fábio Rodrigues de Souza e o coordenador de Atendimento e Fiscalização, Eduardo Feitosa, preencheram o auto de constatação e solicitaram explicações a empresa.

O auto foi assinado pela gerência, que foi orientada a voltar os preços praticados no dia anterior. O Procon também pediu a fixação dos preços de forma legível no totem que fica em frente às bombas.

No local a gasolina está sendo vendida a R$ 4,759, sendo que até ontem era R$ 4,449, aumento aproximado de 7%. Já o álcool é vendido a R$ 3,789, o diesel a R$ 4,279 e o diesel S10 a 4,359.

Para o Procon essa alta é considerada abusiva. Agora, os documentos administrativos serão encaminhados ao Procon de Campo Grande para análise e, provavelmente, aplicação de multa contra o posto de combustíveis.

Foto: PC de Souza

A alta se deve a escassez de combustíveis em Coxim, por conta da paralisação dos caminhoneiros. Os caminhões da maioria dos postos estão parados na BR-163 e não conseguem chegar à cidade.

Antes do Procon, o vereador Mecias Alves, que é presidente da Comissão do Consumidor, também esteve no posto e constatou as irregularidades. A orientação é que os consumidores exijam nota fiscal para uma possível ação de ressarcimento.

Essa era outra reclamação no pátio do posto, de que a empresa estava emitindo apenas cupom fiscal, quando deveria emitir nota. Uma consumidora que tinha abastecido de manhã voltou ao local para buscar a nota e foi orientada voltar mais tarde, pois o responsável estaria ocupado. Entretanto, o Procon alertou que a emissão tem de ser feita na hora.

Caso você se sinta lesado, de alguma forma, registre, em foto ou vídeo e mande para editora Internauta Repórter do Edição MS. Você pode enviar pelo WhatsApp (67) 9.9952-4155 ou edicaoms1@gmail.com.

Foto: PC de Souza
Foto: PC de Souza

Editada para acréscimo de informações.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias