Domingo, 24 de Outubro de 2021
Coxim
24/05/2021 20:30:00
Representando os professores, Simted participa de reunião sobre reajuste salarial em Coxim

Da redação

Imprimir
Foto: Divulgação/Simted

.:INFORME PUBLICITÁRIO:.

Na tarde desta segunda-feira (24), o Simted (Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação) participou de uma reunião, na Prefeitura de Coxim, para discutir o projeto de lei de número 003/2021, que dispõe sobre reajuste salarial dos professores e servidores administrativo, além de implantar o piso dos agentes de endemias e de saúde.

O prefeito Edilson Magro (DEM) não participou da reunião, por conta de agenda em Campo Grande, sendo representado pela secretária de Gestão, Veronildes Batista dos Santos, que estava com o gerente de Tributos, Rodrigo Lima, na apresentação dos números, e a secretária de Educação, Márcia Gonzalez.

Durante a reunião, a presidente do Simted-Coxim, Mara Nubia dos Santos, questionou o fato do sindicato que representa a educação não ter sido convidados a participar da mesa de negociação, antes da apresentação do projeto na Câmara Municipal. Ela lembrou ainda que em 18 de março o sindicato encaminhou ofício à Prefeitura solicitando o cumprimento do Piso Nacional de Educação.

O Simted cobra o reajuste retroativo a 2020, com juros e correção. A demanda será encaminhada ao prefeito. Além das secretárias citadas, a discussão contou ainda com a participação de alguns vereadores e do Sinsmc (Sindicato dos Servidores Municipais de Coxim). Mara lembrou que desde o ano passado o sindicato luta na Justiça, por meio de ação civil pública, para obrigar a Prefeitura cumprir a lei. Ela informou que o processo está em fase adiantada e deve ser julgado em breve.

Ao final da reunião o grupo recebeu a informação da recomendação de reajuste zero do TCEMS (Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul) e do MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) para o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e todos os prefeitos do Estado. Agora, todos os interessados aguardam a decisão de Edilson Magro.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias