Sábado, 26 de Setembro de 2020
Economia
31/08/2020 08:29:00
Estimativa do IBGE mostra que Coxim perdeu moradores no último ano
Desafio do próximo prefeito é retomar o crescimento de Coxim, econômico e populacional

Sheila Forato

Imprimir
Foto: Eduardo Bampi

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou na semana passada a estimativa de população dos estados e municípios brasileiros. Em Mato Grosso do Sul 15 das 79 cidades registraram queda na população de 2019 para 2020.

Os números comprovam o que os moradores, desses municípios que estão encolhendo, sentem no dia a dia, principalmente quando o assunto é falta de emprego e, consequentemente, renda.

Um desses municípios é Coxim, que perdeu 84 moradores no último ano. Em 2019 a cidade tinha 33.543 e em 2020 caiu para 33.459. Outros três municípios da região norte do Estado também registraram quedas no número de moradores. Camapuã tinha 13.711 e caiu para 13.693 (-18), Pedro Gomes de 7.674 foi para 7.621 (-53) e Rio Negro de 4.831 para 4.793 (-38).

Já São Gabriel do Oeste, que economicamente é a principal cidade da região, aumentou sua população em 450 habitantes, saltando de 26.771 para 27.221. O mesmo aconteceu com Sonora, que tem 19.721 moradores, 447 a mais em comparação a estimativa de 2019. Costa Rica ficou em terceiro no norte quando o assunto é crescimento populacional, com 319 moradores a mais. De 20.823 subiu para 21.142 moradores.

Até municípios com expectativas menores no quesito geração de emprego cresceram. Como Rio Verde, que aumentou sua população em 227 habitantes. Em 2019 moravam 19.746 pessoas na cidade, atualmente são 19.773. Apesar do crescimento tímido, Alcinópolis e Figueirão também estão na lista dos municípios que cresceram populacionalmente. Na primeira citada eram 5.343 habitantes no ano passado, em 2020 são 5.417 ( 74). Já a segunda saltou de 3.051 para 3.059 ( 8).

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias