Segunda-Feira, 19 de Agosto de 2019
Educação
15/05/2019 11:35:00
Coxim se junta ao Brasil em protesto por cortes na educação

Sheila Forato

Imprimir
Foto: Sheila Forato

Apesar do clima fresco, que desmotiva qualquer coxinense acostumado com o termômetro beirando aos 40º, estudantes e servidores da educação se juntaram ao resto do Brasil em protesto na manhã desta quarta-feira (15), contra cortes na educação.

A concentração foi no semáforo da avenida Virgínia Ferreira. Afirmando que vai ter luta, os participantes percorreram a principal avenida de Coxim em direção ao centro antigo, onde cessaram a manifestação.

Eles protestam contra o corte de recursos para a educação, anunciado pelo Ministério da Educação. As manifestações acontecem em cidades brasileiras de todos os estados, inclusive no Distrito Federal.

Em abril, o MEC divulgou que todas as universidades e institutos federais teriam bloqueio de recursos.

Em maio, a Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) informou sobre a suspensão da concessão de bolsas de mestrado e doutorado.

Foto: Sheila Forato
Foto: Sheila Forato

A medica diminui o recurso de 63 universidades e dos 38 institutos federais de ensino. No total, considerando todas as universidades, o corte é de R$ 1,7 bilhão, o que representa 24,84% dos gastos não obrigatórios (chamados de discricionários) e 3,43% do orçamento total das federais.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias