Domingo, 24 de Outubro de 2021
Educação
17/09/2021 16:54:33
Escolas estaduais de MS podem retomar ensino 100% presencial em outubro

Midiamax/LD

Imprimir

A Secretaria Estadual de Educação está fazendo um estudo para avaliar a possibilidade do retorno 100% presencial dos alunos de todas as escolas estaduais do Estado para o próximo mês de outubro. Segundo a secretária estadual, Maria Cecilia Amendola da Motta, não existe ainda medida concreta, mas é sim uma vontade do Governo, voltar às aulas, caso seja constatada a viabilidade por meio do estudo.

Nesta sexta-feira (17), em Campo Grande, foram autorizadas flexibilizações que devem contribuir para a volta às aulas presenciais nas escolas. Na rede municipal ainda não há definição sobre retomada de 100% das atividades presenciais.

"Com a melhora no número de casos, estamos avaliando essa possibilidade, mas a decisão só deve acontecer na semana que vem após nova reunião do Prosseguir", disse Maria Cecilia, se referindo à reunião do programa criado pelo Governo para avaliar e tomar medidas de prevenção e combate à Covid.

Atuais regras

A taxa de ocupação das salas de aula deve respeitar o mapa de risco de cada município no Prosseguir. No caso de vermelho, devem respeitar o limite de 30% de ocupação. Como as salas geralmente têm capacidade para 30 alunos, somente 15 estudantes são permitidos por vez.

Para cidades com a bandeira laranja, o limite é de 70% para ocupação nas salas de aula. Na bandeira amarela é de 90% e na bandeira verde é liberado, ou seja, todos os alunos poderão comparecer às escolas, sem necessidade de alternância.

Flexibilização em Campo Grande

Anunciadas durante a semana, foram oficializadas nesta sexta-feira (17) flexibilizações em Campo Grande. Conforme novo decreto da prefeitura, não há mais limitação de lotação em estabelecimentos como bares, boates, casas de shows, shoppings, restaurantes, academias, entre outros. Os locais também não precisam mais apresentar plano de biossegurança para realização de eventos para o máximo de 200 pessoas.

Contudo, segundo determinou o município, ainda haverá regras a serem seguidas. São elas: mecanismos para higienização, como dispensadores contendo álcool, devem ser instalados em locais estratégicos, como nas entradas, banheiros, próximo a elevadores e equipamentos de uso coletivo.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias