Sábado, 24 de Fevereiro de 2024
Educação
05/12/2023 07:06:00
Professores pedem revisão em vestibulares da UEMS e UFMS organizados por fundação de MS

G1MS/LD

Imprimir

Professores de cursinhos pré-vestibulares e estudantes voltaram a apontar erros de digitação e questões sem alternativas corretas em prova articulada pela Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura (Fapec). A instituição foi responsável pelos vestibulares da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), aplicada no domingo (3), e da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), do dia 26 de novembro.

A reportagem procurou a Fapec, mas ainda não obteve resposta.

A professora Milena Basso, especialista em cursinho pré-vestibular, iniciou um "protesto virtual" para popularizar a hastag #mudaFapec nesta segunda-feira (4). De acordo com a especialista, 70 professores apoiaram o movimento.

"A universidade pública é nossa e nós podemos e devemos exigir uma prova de seleção do nível das universidades, universidades de qualidade. Há anos a Fapec vem apresentando erros que tiram a credibilidade da instituição, que desmerecem os professores e desestabilizam os alunos", disse Milena. Um dos erros citados, foi uma questão 24 do Vestibular UFMS 2024, onde aparece a palavra "seguimentos", quando na verdade, o correto é "segmentos". Outras falhas estão nas questões de Biologia, de número 32 e 41, que não possuem alternativas corretas.

"Questões amadoras, questões com erros gráficos e desleixo, provas que não são revisadas. É inaceitável que entre 5 questões, duas apresentem erros de gabarito. Chega a ser triste, mas nós preparamos os alunos para uma prova mal elaborada", completou a professora. Uma estudante de 22 anos que fez os dois vestibulares, tanto da UFMS quanto o da UEMS, disse ao g1 que relatou se sentir frustrada. A vestubilanda, que preferiu não se identificar, pretende cursar Medicina.

"A revolta toda não é só por esse ano. Esses erros existem desde quando o vestibular da UEMS começou e desde quando o vestibular UFMS voltou a ser aplicado, ambos pela banca Fapec. Eles se retrataram falando que revisavam a prova, mas com tantos erros difícil de acreditar nisso né", relatou.

UEMS O Vestibular da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) foi aplicado, no domingo (26), em 18 municípios. Três dias após a prova, alunos procuraram o g1 para reclamar de inconsistências na aplicação: duas questões de Matemática sem alternativas corretas, além de diversos erros de digitação.

Em nota, a UEMS informou que as questões apontadas passaram por avaliação, após o questionamento da reportagem, e que as falhas "não comprometem a análise e resolução da prova, não interferindo no desempenho dos candidatos".

O gabarito preliminar divulgado pela UEMS indica como resposta certa a alternativa "E" para a questão 18 e "C" para a 19.

No entanto, o professor Fabis Nascimento, especialista em cursinhos pré-vestibular, afirmou que as repostas corretas não estavam dispostas na prova. "O erro na questão 19, o examinador confundiu o 'ás' com 1, formando 6 pares, mas na realidade eram 5 pares ( 2, 2 ) até ( 6,6)", relatou.

Confira a nota da UEMS na íntegra:

As questões do PSV-UEMS 2024 são elaboradas por banca especializada, após montagem e editoração da prova, são feitas as revisões de língua portuguesa e de conteúdo.

Há um formato padrão de capa de prova e formatação de questões a ser seguido, eventualmente, mesmo após minuciosa revisão, equívocos podem acontecer.

No entanto, nas questões comentadas, submetemos para o crivo da banca revisora, que nos informou que as falhas em questão não comprometem a análise e resolução da prova, não interferindo no desempenho dos candidatos, nem mesmo nos conteúdos programáticos da prova objetiva e redação do PSV-UEMS 2024.

Sobre quaisquer outras reclamações, o Edital regente do PSP-UEMS 2024 é claro ao garantir prazo para que candidatos protocolem recursos. Aliás, este prazo inicia amanhã (29), com todo o procedimento previsto em Edital.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias