Domingo, 21 de Outubro de 2018
Eleições 2018
07/10/2018 19:50:00
Reinaldo e Odilon disputam o 2º turno para o governo de Mato Grosso do Sul

Sheila Forato

Imprimir

Os candidatos ao governo de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB) e Odilon de Oliveira (PDT) vão se enfrentar no segundo turno, marcado para o próximo dia 28. Reinaldo Azambuja teve 576.993 mil votos válidos enquanto Odilon de Oliveira conquistou 408.969 votos.

Já Junior Mochi (MDB) ficou com 11,61%, Humberto Amaducci (PT) com 10,26%, Marcelo Bluma (PV) com 1,28% e João Alfredo (PSOL) com 0,63% dos votos.

A apuração da totalidade das urnas encerrou pouco depois das 20 horas deste domingo (7). Segundo o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), ao todo, 1.876.929 milhão de eleitores foram às urnas. A abstenção ficou em 21,22%, os votos brancos somaram 4,65% e os nulos 7,88%.

SENADO - Nelsinho Trad (PSD) e Soraya Thronicke (PSL) vão fazer companhia a Simone Tebet (MDB) no Senado, a partir de 1º de janeiro. Nelsinho conseguiu 424.085 votos, que representam 18,37%, já Soraya obteve 373.712 votos, ou seja, 16,19%.

FEDERAIS - Os oito deputados federais eleitos por Mato Grosso do Sul são Rose Modesto (PSDB) com 120.901 votos, Fábio Trad (PSD) com 89.385, Beto Pereira (PSDB) com 80.500, Tereza Cristina (DEM) com 75.068, Tio Trudis (PSL) com 56.389, Vander Loubet (PT) com 55.970, Dr. Ovando (PSL) com 50.376 e Dagoberto Nogueira (PDT) com 40.233 votos.

ESTADUAIS – Os 24 deputados estaduais são: Capitão Contar (PSL), Coronel David (PSL), Jamilson Name (PDT), Renato Câmara (MDB), Onevan de Matos (PSDB), Zé Teixeira (DEM), Lídio Lopes (Patriota), Paulo Corrêa (PSDB), Felipe Orro (PSDB), Barbosinha (DEM), Marçal Filho (PSDB), Professor Rinaldo (PSDB), Marcio Fernandes (PMDB), Eduardo Rocha (MDB), Cabo Almi (PT), Pedro Kemp (PT), Londres Machado (PSD), Neno Razuk (PTB), Herculano Borges Solidariedade (Solidariedade), Gerson Claro (PP), Antonio Vaz (PRB), Evander Vendramini (PP), Lucas de Lima (Solidariedade) e João Henrique (PR).

Editada para acréscimo de informações.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias