Domingo, 21 de Outubro de 2018
Esportes
10/10/2018 07:57:00
Coutinho se vê mais experiente após Copa e diz que não falou com Messi sobre clássico

Globo Esporte/LD

Imprimir

Um dos principais jogadores da seleção brasileira na última Copa do Mundo, Philippe Coutinho segue em alta com a comissão técnica. Na próxima sexta-feira, ele será titular pela terceira vez, no terceiro jogo deste ciclo, contra a Arábia Saudita. Mas já teve que responder perguntas sobre o clássico sul-americano da próxima terça, diante da Argentina.

Uma delas, é claro, foi sobre a ausência de Messi. O craque não voltou à seleção de seu país depois do Mundial da Rússia, num acordo com a federação. Coutinho disse que não conversou com o companheiro de Barcelona a respeito do duelo.

– Não falamos muito sobre a seleção. Apesar dele não estar presente, com certeza vai ser um grande jogo, um grande clássico. Eu quero ganhar da Argentina, seja com ou sem Messi, o que mais importa para mim é fazer um bom jogo e ganhar – disse Coutinho, que também analisou seu amadurecimento durante a Copa do Mundo.

– É um torneio que exige bastante. Toda a pressão colocada exige muito até mesmo psicologicamente. Com certeza, os jogadores saem mais experientes. Então, acho que eu me sinto um pouco mais experiente depois de ter participado de uma Copa do Mundo.

Nesta sexta-feira, Coutinho voltará a ocupar a posição do início da era Tite, aberto pelo lado direito, com Neymar à esquerda e Gabriel Jesus centralizado. Nas últimas partidas, inclusive na Copa, ele havia atuado como um meia central. Para ele, a mudança não vai interferir em seu desempenho.

– Treinei nessa outra posição e sempre disse que isso depende do treinador. Eu sempre me preparo para poder ajudar e fazer meu melhor, seja qual for a posição – explicou.

Veja as outras respostas de Coutinho:

Amistosos na Arábia Saudita

– Recebemos algumas recomendações, como normalmente numa viagem para outro país. Sabemos que são regras diferentes, há o tema da religião bem forte. Sua história é respeitada e nós respeitamos bastante a religião deles. Não teremos nenhum problema, a gente vem aqui para jogar futebol e nossa preocupação é fazer um bom jogo.

Má fase do Barcelona

– Estamos entre os primeiros na liga, começamos bem na Champions League. É claro que há quatro jogos não vencemos e isso não é normal, mas é o início de uma temporada longa, onde muita coisa vai acontecer.

Caminho até a Copa do Mundo de 2022

– Eu penso sempre jogo após jogo, convocação após convocação. Começamos um novo ciclo após a Copa, estou muito feliz de estar aqui mais uma vez. Pensando lá na frente temos competições importantes, a Copa América é a próxima. Até lá temos que formar uma base forte.

Arthur, parceiro no Barça e na Seleção

– Arthur é um grande craque, é um prazer enorme jogar com ele. Fora de campo é super gente boa, e como jogador é um grande craque, joga simples no meio-campo, faz o time andar, é o motorzinho. Ele não perde muitas bolas e acerta muitos passes. É um meio-campista perfeito.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias