Domingo, 18 de Novembro de 2018
Esportes
12/02/2018 15:56:00
Destaque do UFC 221, Yoel Romero recebe quase metade da bolsa de Luke Rockhold

Combate/LD

Imprimir

A vitória consagradora na luta principal do UFC 221, no último sábado, em Perth, na Austrália, não fez com que o cubano Yoel Romero saísse do evento com o maior salário pago pelo torneio. Segundo o site "The Sports Daily", o peso-médio embolsou "apenas" US$ 255 mil - cerca de R$ 841 mil - por sua apresentação. O valor representa pouco mais da metade do que foi pago a Luke Rockhold, nocauteado por Romero no terceiro round. O americano, ex-campeão da categoria e único a disputar o cinturão interino na luta (Romero perdeu o direito de disputar o título por não ter batido o peso na véspera), recebeu US$ 485 mil - aproximadamente R$ 1,6 milhão. Vale ressaltar que a falha na pesagem custou a Romero US$ 105 mil, valor que foi revertido a Rockhold.

Lutador mais experiente em ação no UFC 221, o peso-pesado neozelandês Mark Hunt recebeu o maior salário da noite: US$ 765 mil - cerca de R$ 2,52 milhões, mesmo tendo sido derrotado por decisão unânime dos juízes. Seu adversário, o americano Curtis Blaydes, levou para casa US$ 51 mil, o equivalente a R$ 168 mil.

Único brasileiro no evento, o peso-mosca Jussier Formiga recebeu US$ 102 mil - cerca de R$ 336 mil - pela vitória por finalização sobre o americano Ben Nguyen.

Confira todos os salários do UFC 221, com a discriminação dos ganhos:

Mark Hunt: US$ 765 mil (US$ 750 mil pela presença, US$ 15 mil por patrocínio da Reebok) Luke Rockhold: US$ 485 mil (US$ 350 mil pela presença, US$ 105 mil da bolsa de Yoel Romero, US$ 30 mil por patrocínio da Reebok) Yoel Romero: US$ 255 mil (US$ 350 mil pela presença, US$ 10 mil por patrocínio da Reebok e multa de US$ 105 mil por não bater o peso) Ross Pearson: US$ 128 mil (US$ 54 mil pela presença, US$ 54 mil pela vitória, US$ 20 mil por patrocínio da Reebok) Jake Matthews: US$ 103 mil (US$ 24 mil pela presença, US$ 24 mil pela vitória, US$ 50 mil pela Luta da Noite, US$ 5 mil por patrocínio da Reebok) Jussier Formiga: US$ 102 mil (US$ 21 mil pela presença, US$ 21 mil pela vitória, US$ 50 mil pela Performance da Noite, US$ 10 mil por patrocínio da Reebok) Li Jingliang: US$ 75 mil (US$ 20 mil pela presença, US$ 50 mil pela Luta da Noite, US$ 5 mil por patrocínio da Reebok) Israel Adesanya: US$ 73.500 (US$ 10 mil pela presença, US$ 10 mil pela vitória, US$ 50 mil pela Performance da Noite, US$ 3.500 por patrocínio da Reebok) Curtis Blaydes: US$ 51 mil (US$ 23 mil pela presença, US$ 23 mil pela vitória, US$ 5 mil por patrocínio da Reebok) Teruto Ishihara: US$ 51 mil (US$ 23 mil pela presença, US$ 23 mil pela vitória, US$ 5 mil por patrocínio da Reebok) Alexander Volkanovski: US$ 37 mil (US$ 16 mil pela presença, US$ 16 mil pela vitória, US$ 5 mil por patrocínio da Reebok) Tyson Pedro: US$ 33 mil (US$ 14 mil pela presença, US$ 14 mil pela vitória, US$ 5 mil por patrocínio da Reebok) Dong Hyun Kim: US$ 33 mil (US$ 14 mil pela presença, US$ 14 mil pela vitória, US$ 5 mil por patrocínio da Reebok) Tai Tuivasa: US$ 27.500 (US$ 12 mil pela presença, US$ 12 mil pela vitória, US$ 3.500 por patrocínio da Reebok) Luke Jumeau: US$ 27.500 (US$ 12 mil pela presença, US$ 12 mil pela vitória, US$ 3.500 por patrocínio da Reebok) Mizuto Hirota: US$ 24 mil (US$ 19 mil pela presença, US$ 5 mil por patrocínio da Reebok) Ben Nguyen: US$ 23 mil (US$ 18 mil pela presença, US$ 5 mil por patrocínio da Reebok) José Quiñonez: US$ 21 mil (US$ 16 mil pela presença, US$ 5 mil por patrocínio da Reebok) Cyril Asker: US$ 19 mil (US$ 14 mil pela presença, US$ 5 mil por patrocínio da Reebok) Damien Brown: US$ 19 mil (US$ 14 mil pela presença, US$ 5 mil por patrocínio da Reebok) Jeremy Kennedy: US$ 19 mil (US$ 14 mil pela presença, US$ 5 mil por patrocínio da Reebok) Daichi Abe: US$ 15.500 (US$ 12 mil pela presença, US$ 3.500 por patrocínio da Reebok) Saparbek Safarov: US$ 13.500 (US$ 10 mil pela presença, US$ 3.500 por patrocínio da Reebok) Rob Wilkinson: US$ 13.500 (US$ 10 mil pela presença, US$ 3.500 por patrocínio da Reebok)

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias