Terça-Feira, 17 de Setembro de 2019
Esportes
08/03/2019 08:52:00
Entenda por que Cuca concordou com a saída de Diego Souza do São Paulo para o Botafogo

G1/LD

Imprimir

A saída de Diego Souza do São Paulo para o Botafogo teve o aval do técnico Cuca. O clube aceitou retomar a negociação com os cariocas porque o Bota melhorou a proposta inicial e pela liberação do treinador.

Na terça-feira passada, Cuca se reuniu com a diretoria do São Paulo no Morumbi. Participaram da conversa o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, o diretor executivo de futebol Raí, o gerente executivo Alexandre Pássaro, o superintendente de relações institucionais Diego Lugano, o auxiliar Daniel Cerqueira e o diretor executivo financeiro Elias Albarello.

Cuca quis conversar com Elias para entender a situação financeira do São Paulo após a eliminação da Copa Libertadores e saber qual tipo de reforço poderia buscar na remontagem do elenco.

Depois da conversa, o futuro técnico do São Paulo entendeu que, para montar o elenco ao seu estilo, o clube precisaria reduzir a folha salarial. Além de Diego Souza não ter as características que Cuca quer para a equipe, o fator financeiro também foi decisivo. O São Paulo precisa desse dinheiro para tornar o elenco mais versátil de olho nas disputas da Copa do Brasil e do Brasileirão.

Em junho de 2017, o Palmeiras de Cuca tentou a contratação de Diego Souza, à época no Sport. Dois anos e meio depois, o treinador acredita que o atual elenco do São Paulo precisa de outro tipo de jogador.

A ideia é contratar peças com perfil diferente. Marquinhos Calazans, pedido na negociação com o Fluminense por Nenê, e Luiz Fernando, atacante pelo qual o São Paulo acertou preferência de compra, foram pedidos de Cuca. Os dois têm 22 anos e dão a ideia dos nomes buscados.

Após as trocas no elenco, o desejo é que o São Paulo de Cuca seja moldado para melhorar o futebol de Hernanes. A ideia é ter o meia como ponto de cadência de um time com jogadores jovens e velozes.

Lateral, volante e ponta são algumas das posições observadas pelo São Paulo no mercado.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias