Sexta-Feira, 16 de Novembro de 2018
Esportes
07/11/2018 09:13:00
‘Football Leaks’: Real Madrid aceitou pagar 214 milhões de euros por Mbappé

EXTRA/LD

Imprimir

O Real Madrid aceitou pagar um total de 214 milhões de euros (cerca de R$ 918 milhões) para ter Kylian Mbappé no elenco na janela de transferências do verão europeu, em 2017.. É o que revela nesta quarta-feira o site “Football Leaks”, através do jornal alemão “Der Spiegel”.

Depois de duas temporadas no Monaco, o jovem francês despertou o interesse do Real Madrid, que chegou a negociar com o Monaco, em Las Vegas (EUA). No acordo, o clube merengue teria que desembolsar 180 milhões de euros (cerca de R$ 772 milhões) e ainda os impostos de 34 milhões de euros (cerca de R$ 146 milhões), num total de 214 milhões. Havia acordo entre clubes, mas Mbappé roeu a corda e decidiu não ir jogar no Real Madrid.

O atacante tinha o sonho de jogar ao lado de Cristiano Ronaldo, mas a preocupação de ser relegado para o banco do Real levou-o a optar pelo Paris Saint-Germain. O Monaco foi, então, forçado a negociar com o rival e exigiu que os parisienses igualassem a proposta de 180 milhões de euros feita pela equipe de Madrid, algo que veio a acontecer.

Ainda de acordo com o “Football Leaks”, nem tudo correu como Mbappé desejava. O jogador fez várias exigências ao PSG que acabaram por não ser aceitas. A começar por um luxo. O jogador queria que o clube lhe disponibilizasse um jato privado, no total de 50 horas por ano, algo que a equipe não aceitou.

Ainda assim, o PSG aceitou pagar um bônus de 5 milhões de euros (cerca de R$ 22 milhões) de assinatura de contrato e deu-lhe um ordenado líquido de 10 milhões de euros anuais (cerca de R$ 43 milhões). Além disso tem ainda uma "mesada" de 30 mil euros para pagar ao staff.

Mbappé ainda fez uma exigência pela Bola de Ouro, que também não foi aceita. Mbappé queria passar a receber 30 milhões anuais em caso de vencer o troféu durante os cinco anos de contrato. O PSG não aceitou e ofereceu-lhe, em vez disso, um prêmio de 500 mil euros em caso de vitória no troféu da revista “France Football”.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias