Quinta-Feira, 21 de Novembro de 2019
Esportes
10/09/2019 08:16:00
Fundesporte é parceira da 3ª Caminhada Ninguém Segura essa Mulher

Da assessoria/LD

Imprimir

A Associação de Praças da Polícia Militar e Bombeiros Militares do Mato Grosso do Sul (ASPRA-MS), realizou neste domingo, 8 de setembro a 3ª edição da corrida e caminhada “Ninguém Segura essa Mulher”.

O evento amador já faz parte do calendário de eventos da entidade e neste ano contou com algumas novidades, como, por exemplo, a inclusão de categorias específicas para pessoas com deficiência visual, cadeirantes e pessoas com síndrome de down nas provas de 2km.

Segundo o diretor de eventos e atividades sociais da ASPRA-MS, Claudio Benites, a corrida é realizada em homenagem as mulheres do nosso Estado e em especial aquelas que trabalham com segurança pública.

“O objetivo é estimular a prática esportiva e também promover a integração entre as forças de segurança e maior aproximação com a comunidade e é por isso que neste ano além de todas as categorias das edições anteriores, acrescentamos categorias específicas destinada para pessoas com deficiência visual, cadeirantes e pessoas com síndrome de down”, explicou Benites.

Além das categorias especiais de 2km, os participantes se inscreveram no percurso de 5km para a corrida e caminhada, ainda aconteceram disputas de 6 a 15km.

A concentração reuniu milhares de participantes na manhã de domingo (8.9) na cidade do natal, localizada nos altos da Avenida Afonso Pena, no Parque das Nações Indígenas.

A equipe da Fundesporte apoiou o evento e ressaltou a importância de atividades desportivas e de lazer na Capital.

“O Esporte de Participação, assim como o Lazer, é a massificação do esporte e na busca por talentos. Quando temos um grande número de pessoas praticantes de uma modalidade, certamente encontraremos nesses grupos, potencialidades e talento para o esporte de rendimento, possibilitando todo e qualquer ser humano a fazer parte, é aberto e democrático. E estimula a prática de atividade física com foco na saúde e qualidade de vida”, destacou o chefe da Uepla/Fundesporte, Rodrigo Barbosa de Miranda.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias