Quinta-Feira, 22 de Agosto de 2019
Esportes
09/02/2019 10:09:00
Grêmio persegue sonho antigo de Renato e aposta em Tardelli para encorpar grupo e brigar por títulos

Globo Esporte/LD

Imprimir

A manhã de sexta-feira se encerrou com uma revelação de peso no CT Luiz Carvalho: o Grêmio confirmou negociação em andamento com o atacante Diego Tardelli, livre no mercado. A novidade pode causar estranhamento, pelo número de atacantes presentes no elenco. Mas a intenção gremista é essa mesmo: dar mais alternativas ao técnico Renato Gaúcho para competir com os endinheirados do Brasil, Palmeiras e Flamengo, apontados como principais candidatos a título.

Caso a negociação seja confirmada, Tardelli se juntará a outros nove atacantes no elenco gremista: Jael, André, Felipe Vizeu, Everton, Luan, Marinho, Alisson (atualmente machucado), Pepê e Vico. A quantidade de opções para o ataque aumenta ainda mais se pensarmos que o meia Montoya, por exemplo, poderia ocupar uma das funções.

A negociação teve seguimento na sexta-feira com uma reunião em São Paulo entre o CEO Carlos Amodeo, o presidente Romildo Bolzan e o representante do jogador, Giuliano Bertolucci. Não houve acerto, mas as conversas seguem e são consideradas bem encaminhadas, conforme apurou o GloboEsporte.com. O atacante é um pedido antigo de Renato Gaúcho. O projeto gremista aponta para um contrato de dois anos.

– Conversei muitas vezes com ele, está livre. É um sonho de trabalhar com ele e vice-versa. Todos os anos que havia conversado com ele, sempre dizia que ia ficar mais um ano lá fora, a família bem adaptada, altos salários. Agora resolveu voltar para o Brasil. Conversei sobre salários, porque não dá para competir com o pessoal lá fora. De repente duas equipes poderiam competir, Flamengo e Palmeiras, o Grêmio não está nesse estágio. Mas fez uma bela de uma oferta para ele. Acredito que não falta muita coisa, só o sim dele. Estão conversando – destacou o técnico, em entrevista coletiva.

O treinador também deixou claro que o negócio não significa a saída de ninguém do elenco – principalmente de Everton, o mais valorizado atualmente. Tardelli pode atuar em todas as posições do ataque: já foi centroavante, segundo atacante (como joga Luan hoje) e atacante de lado, embora atualmente essa posição não pareça a mais adequada aos 33 anos.

– Não tem a ver com a saída ou não do Everton. Sempre falei que o grupo nunca vai ficar fechado, um grande jogador sempre vai interessar, desde que o clube consiga trazê-lo. Vai somar bastante, independente se vai aparecer proposta ou não pelo Everton. Importante é ter grupo forte. São muitas competições e é preciso ter bastante opções para realmente brigar por títulos – apontou o comandante gremista.

O atacante vem de duas boas temporadas na China. Tardelli atuava no Shandong Luneng até o fim de 2018, quando encerrou seu contrato com o clube chinês. No último ano, anotou 20 gols em 28 partidas disputadas – são 50 gols em 92 partidas no Shandong.

O atacante chegaria ao elenco gremista para dar ainda mais poder de fogo: o artilheiro do time, Everton, fez 19 gols no mesmo período. Algo visto como essencial na briga por títulos, com Brasileiro, Copa do Brasil e Libertadores no horizonte.

No Brasil, o último clube de Tardelli foi o Atlético-MG, que também busca a sua contratação neste início de 2019. Ele ficou no Galo até 2015 – anotou 34 gols em 104 jogos na segunda passagem pelo clube mineiro. Há 10 anos, também no alvinegro mineiro, foram 39 gols em 55 partidas.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias