Domingo, 25 de Fevereiro de 2018
Esportes
12/02/2018 16:27:00
Indicado por Cuca, Valentim vira bola da vez no Botafogo: "Seria uma honra"

Globo Esporte/LD

Imprimir

Plano A do Botafogo para o lugar de Felipe Conceição, Marcelo Oliveira ficou distante. A diretoria procurou o treinador, que está livre no mercado desde que saiu do Coritiba em dezembro, mas a pedida salarial, junto com a de seus auxiliares, assustou e impediu o negócio de avançar. A bola da vez agora é Alberto Valentim, ex-lateral-direito e ex-auxiliar e técnico do Palmeiras no último Campeonato Brasileiro.

A indicação é de Cuca, treinador que tem forte ligação com o Botafogo e era o preferido da torcida, mas está fora da realidade financeira do clube. Valentim foi seu auxiliar no Palmeiras e também foi referendado por outros profissionais, como por exemplo Alexandre Mattos, diretor-executivo do Alviverde, e Ricardo Rocha, ex-técnico e atual comentarista.

Apesar de buscar um perfil de maior experiência após ter efetivado dois auxiliares no cargo (Jair Ventura e Felipe Conceição), Valentim não é considerado uma aposta pela diretoria. Isso porque soma oito anos como auxiliar e já comandou o Red Bull Brasil no Paulistão e o Palmeiras no Brasileiro. O Botafogo buscou informações, e o salário estaria dentro de seu orçamento.

As negociações, no entanto, ainda não começaram. Procurado pela reportagem do GloboEsporte.com, Valentim se mostrou animado com a possibilidade, mas disse que não foi procurado ainda por ninguém do clube. Ele está livre no mercado desde dezembro.

– Qualquer treinador gostaria de trabalhar em um clube como o Botafogo, principalmente para um cara que está começando a carreira, como eu. Trabalhei com o Cuca, que sempre falou muito bem do Botafogo. Seria uma honra, mas não tem nada, ninguém me procurou ainda.

Valentim começou como assistente técnico no Atlético Paranaense em 2012, e dois anos depois foi para o Palmeiras, onde foi auxiliar e eventualmente interino quando saíram os treinadores Ricardo Gareca, Oswaldo de Oliveira e o próprio Marcelo Oliveira. Trabalhou com Cuca na campanha do título brasileiro de 2016 e assumiu a equipe nas últimas 11 rodadas da competição do ano passado, obtendo seis vitórias, um empate e quatro derrotas, terminando como vice-campeão.

Mesmo após contratar Roger Machado para 2018, o Palmeiras queria a permanência de Valentim, que era funcionário do clube, com contrato sem tempo determinado. O clube ofereceu uma valorização salarial, mas ele nunca escondeu que seu interesse é seguir a carreira como treinador e entrou em acordo para sair. O Botafogo pode ser a nova oportunidade.

Enquanto o novo comandante não chega, Bruno Lazaroni é quem dá os treinos para os jogadores desde esta segunda-feira, no Nilton Santos. Filho do técnico Sebastião Lazaroni, ele era gerente das categorias de base do Botafogo no ano passado e desde o início da temporada vinha ocupando o cargo de auxiliar permanente da comissão técnica.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias