Terça-Feira, 18 de Junho de 2019
Esportes
26/02/2019 08:34:00
Interessado em Diego Souza, Botafogo adota paciência na negociação

EXTRA/LD

Imprimir

Pela capacidade técnica e a necessidade do elenco atual, o Botafogo não se dá o direito de descartar Diego Souza. Mas o Alvinegro sabe que, para concretizar o desejo de ter o atacante no elenco, não depende só de si. A paciência terá que ser exercida, já que há um contrato em vigor com o São Paulo até o fim do ano.

Na estratégia da diretoria do Botafogo não está forçar a liberação junto ao São Paulo. Neste cenário, a missão caberá ao próprio Diego Souza. O clube ainda não confirma, mas pessoas ligadas ao jogador indicam um acordo preliminar com o Alvinegro. O atleta toparia receber R$ 300 mil, aproximadamente metade do que ganha no Tricolor paulista.

Sem condições de adquirir os direitos, um empréstimo viria a calhar para o Botafogo. Mas o lado paulista não é mero detalhe. O presidente Leco já disse que não é simpático à ideia de pagar para que jogadores defendam outros times. Foi assim na negociação de Nenê com o Fluminense.

Ao mesmo tempo, Diego Souza tem um desgaste com o São Paulo. A insatisfação não é recente. Um “namoro” para voltar ao Sport não deu certo. Da mesma forma, o Goiás cogitou entrar no negócio, mas o valor não é compatível com o orçamento.

— É um bom jogador, mas não sei se está certa a sua chegada ou não. A diretoria que tem saber. Se ele chegar, vai ajudar muito o Botafogo — comentou o meia Leo Valencia.

Os ingredientes da negociação formam um quadro que não tende a ser resolvido rapidamente. Mas o Botafogo não joga a toalha. O que não andou, por outro lado, é a negociação pelo atacante Maxwell, do Resende.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias