Terça-Feira, 17 de Setembro de 2019
Esportes
01/03/2019 07:39:00
Lesão tira Fernandinho da Seleção, e veteranos como Marcelo e Paulinho perdem espaço

Globo Esporte/LD

Imprimir

A convocação desta quinta-feira foi a que teve, originalmente, menos remanescentes da última Copa do Mundo. Apenas 11 jogadores chamados para os amistosos de março contra Panamá e República Tcheca estiveram também na Rússia em 2018.

A redução quebra uma curva ascendente de veteranos e abre de vez o leque de oportunidades para a Copa América que será disputada a partir de 14 de junho.

Remanescentes da Copa do Mundo

Setembro/2018: 13 (dois foram cortados)

Outubro/2018: 14 (um foi cortado)

Novembro/2018: 16 (dois foram cortados)

Março/2019: 11

Dos mais experientes, excluídos dessa lista, o caso de Fernandinho é o mais emblemático. O volante só não foi chamado por causa da lesão no músculo adutor da coxa esquerda. Ele voltaria à Seleção após o “detox” do segundo semestre de 2018.

Logo depois da Copa do Mundo, Fernandinho, autor do gol contra que abriu a vitória da Bélgica por 2 a 1 nas quartas de final, sofreu ofensas raciais nas redes sociais. Sua família também foi atingida. Tite preferiu preservá-lo das duas primeiras datas Fifa.

Na terceira, o técnico o convocaria, mas foi a vez de Fernandinho pedir para não ser incluído e poder resolver problemas pessoais. O volante, àquela altura, não sabia se gostaria de voltar a ser convocado. Depois de conversas com Tite, ele decidiu se abrir novamente à Seleção.

– Não posso ser cego, surdo e mudo para o que ele está jogando no City – disse o técnico ao deixar claro que Fernandinho poderá, sim, aparecer na Copa América.

As outras figurinhas carimbadas da Seleção, entretanto, ficaram fora por opção de Tite.

– Não está fechado. Tenho minhas tendências, manias, mas uma comissão técnica que faz contrapontos. A única coisa que peço são argumentos profundos. Vai ser no momento final a decisão (de convocar para a Copa América). Não descarto nem um jovem como Vinicius Junior nem um veterano. Não é da boca para fora. Sei o que Willian, Fernandinho, Renato, Douglas, Paulinho, Marcelo me dão. A construção é que determina por um fio de cabelo – completou.

Veja o caso de cada um deles:

Marcelo

Reserva de Reguilón nos jogos mais importantes do Real Madrid na temporada, o lateral-esquerdo sofreu com problemas de peso no clube espanhol e também na Seleção. Cortado das convocações de outubro e novembro do ano passado, ambas por lesão, o jogador de 30 anos terá de se recuperar física e tecnicamente para retornar.

Paulinho

As más atuações na Copa do Mundo e a transferência do Barcelona para o Guangzhou Evergrande fizeram o volante, um dos recordistas de jogos da Seleção de Tite (24), voltar casas na corrida por uma vaga. Além disso, o Campeonato Chinês terá seu pontapé inicial nesta sexta. Paulinho, de 30 anos, não joga desde 18 de novembro, na vitória do Brasil por 1 a 0 sobre Camarões.

Renato Augusto

Um dos líderes do grupo de Tite também voltou recentemente às atividades. O meia de 31 anos disputou apenas um jogo em 2019 pelo Beijing Guoan. Por executar uma função rara na Seleção e por sua ascendência sobre os mais jovens, tem chances de retornar.

Willian

Não vive o melhor momento no Chelsea e tem ganhado a concorrência de jovens como Everton, convocado dessa vez por Tite. O técnico quer observar alternativas para o setor, já que Willian completou 30 anos e a função exige vigor físico e velocidade.

Douglas Costa

Está machucado, de acordo com a explicação do preparador físico Fábio Mahseredjian, mas não é só a lesão que o tirou da Seleção. Em fase irregular na Juventus, chegou a ficar fora até do banco de reservas em alguns jogos. Jovem ainda, aos 28 anos, é outro que terá de voltar à boa forma para disputar a Copa América.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias