Sábado, 21 de Outubro de 2017
Esportes
21/04/2017 09:52:00
Real enfrenta Atlético de Madrid nas semifinais da Champions

Globo Esporte/LD

Imprimir

A Liga dos Campeões vai ter pela quarta vez seguida um representante espanhol na decisão do título. Em sorteio das semifinais realizado na manhã desta sexta-feira em Nyon, o ex-jogador galês Ian Rush botou frente a frente os rivais Real e Atlético de Madrid, reeditando o confronto que definiu o vencedor da taça na temporada passada e de 2013/14 - em 2014/15, o Barcelona levantou a orelhuda. O outro confronto da penúltima fase será entre a tradicional Juventus, vice no ano retrasado, e o surpreendente Monaco.

As partidas serão nas primeiras duas semanas de maio e terão transmissão em Tempo Real no GloboEsporte.com. Real joga a primeira em casa, no Santiago Bernabéu, dia 2, terça-feira, e decide a vaga na final no Vicente Calderón, dia 10, quarta-feira, no último clássico entre os rivais da capital espanhola no tradicional palco dos colchoneros - o Atlético passará a mandar suas partidas em novo estádio na próxima temporada.

Na outra semifinal, é o Juventus que tem o privilégio de definir a classificação diante da sua torcida, em Turim, em 9 de maio, terça-feira, depois de jogar a primeira em Mônaco, dia 3, na quarta anterior. Sai desse confronto também o mandante da decisão do título, definido ao fim do sorteio. A disputa da taça está marcada para o dia 3 de junho, sábado, em Cardiff, no País de Gales.

CHANCES DE REVANCHES

É o quinto confronto entre Real e Atlético no torneio europeu. Os primeiros foram justamente em outra semifinal, de 1958/59. Os merengues levaram a melhor, ganhando por 2 a 1 no jogo desempate, em Zaragoza, depois de vitória pelo mesmo placar em casa e derrota por 1 a 0 fora, a única do time no duelo até agora na competição.

Nas decisões do título em jogo único nas temporadas mais recentes, o Real precisou de tempo extra para levantar o troféu. Em 2013/14, perdia por 1 a 0 até os últimos minutos, mas uma cabeçada de Sergio Ramos nos acréscimos, aos 48, empatou o duelo, decidido com mais três gols na prorrogação. Na temporada passada, outro 1 a 1 acabou levando a disputa até os pênaltis, vencida por 5 a 3.

Na outra semifinal, também há chance de revanche. No caso, para o Monaco. Em 1997/98, o Juventus levou a melhor diante do time monegasco coincidentemente na disputa por vaga na decisão. Goleou por 4 a 1, em Turim, e selou a classificação fora de casa mesmo com a derrota por 3 a 2.

Mais recentemente, o Juventus passou pelo Monaco nas quartas, em 2014/15, quando acabou perdendo a final para o Barcelona. Um gol de pênalti de Vidal, no jogo de ida, em Turim, garantiu a vitória por 1 a 0 que acabou levando à semi depois do 0 a 0 fora de casa.

  • Vai ter um sabor de vingança, claro. Estamos melhor do que há dois anos, sem dúvida - disse Vadim Vasilyev, vice-presidente do Monaco ao site da Uefa.
COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias