Quarta-Feira, 26 de Setembro de 2018
Esportes
12/04/2018 16:57:00
TJD inicia inquérito sobre a decisão do Campeonato Paulista na terça-feira

Globo Esporte/LD

Imprimir

O inquérito pedido pela diretoria do Palmeiras sobre suposta interferência externa na segunda partida decisão do Campeonato Paulista será analisado pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-SP) a partir da próxima terça-feira, dia 17.

O Verdão solicitou ao TJD o esclarecimento de sete pessoas sobre o ocorrido. A intenção do Tribunal é ouvir os depoimentos até a próxima sexta-feira para julgar o caso no dia 23.

– Terça-feira, dia 17, vamos começar a ouvir os envolvidos na sede do TJD-SP, a partir das 14h30. Vamos fazer algo transparente. Haverá o inquérito, ouviremos todos os envolvidos que estavam no campo, os árbitros, o Palmeiras pediu sete nomes, também. Queremos resolver tudo nesta semana, para acabar até sexta e na segunda (dia 23) ser colocado na comissão para decidir – disse o presidente do TJD, o delegado Antonio Olim, em entrevista ao "Lance".

O departamento jurídico palmeirense enviou ao Tribunal na noite da última terça-feira o pedido de impugnação da segunda final do Campeonato Paulista. O clube divulgou imagens de câmera aberta que mostram a presença de Dionisio Roberto Domingos, chefe de arbitragem da FPF, em campo e próximo de um dos assistentes durante a confusão.

No segundo tempo do clássico, o árbitro Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza marcou pênalti do corintiano Ralf no palmeirense Dudu. Mas, minutos depois, voltou atrás na decisão e deu continuidade ao jogo em escanteio a favor do Verdão.

Por causa de toda a polêmica, o Palmeiras rompeu relações com a Federação Paulista de Futebol. Além de não ter enviado representantes para a festa dos melhores do torneio estadual, o clube emitiu nota explicando o procedimento jurídico do caso e questionou a postura da FPF na condução do caso.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias