Segunda-Feira, 29 de Maio de 2017
Geral
18/04/2017 15:26:00
Especialista detalha formação de preço de exportação em curso oferecido pela Fiems

Da assessoria/LD

Imprimir

Empresários e gestores de diversos segmentos da indústria sul-mato-grossense participaram, nesta terça-feira (18/04), na sede do IEL em Campo Grande (MS), da capacitação “Formação do Preço de Exportação e Análise da Competitividade em Mercados Externos”, promovida pelo CIN (Centro Internacional de Negócios) da Fiems em parceria com o Sebrae Nacional.

O consultor de logística e comércio internacional Guilherme Bergmann Borges Vieira, que é administrador pós-doutor em Engenharia de Produção com ênfase em Gestão de Operações e Logística e foi o instrutor da capacitação, destacou que a necessidade da criação de um curso sobre formação de preço foi identificada inicialmente entre alunos de cursos de graduação.

“Depois percebemos que os questionamentos extrapolavam os muros da universidade. Hoje, sabemos que algumas das principais dúvidas são referentes à transformação do preço cobrado no mercado interno para o mercado externo e como saber se esse valor é competitivo no mercado de destino”, pontuou Guilherme Vieira.

Escolha do tema

Segundo a gerente do CIN da Fiems, Fernanda Barbeta, o tema foi definido após identificar a demanda junto a empresários em capacitações anteriores. “Percebemos que muitas empresas têm a intenção de exportar seus produtos, mas desconhecem o processo de formação de preços. O ato de compor preços para o mercado externo precisa considerar uma série de fatores específicos, como os custos com a logística de transporte, por exemplo”, detalhou.

Ela acrescenta que, além disso, o curso simulou os custos internados dos produtos em diferentes mercados de destino, avaliando sua competitividade nesses mercados. “Ao longo da formação, as empresas participantes tiveram a oportunidade de conhecer mais sobre os incentivos fiscais existentes e a forma como esses benefícios devem ser considerados na formação dos preços de exportação”, afirmou.

Além disso, o curso vai simular os custos internados dos produtos em diferentes mercados de destino, avaliando sua competitividade nesses mercados”, detalhou Fernanda Barbeta, acrescentando que o objetivo foi dar suporte aos empresários de Mato Grosso do Sul para a internacionalização de seus negócios. “Saber formar o preço de seu produto para exportação é essencial para garantir sucesso nas negociações”, concluiu.

Realidades distintas

Entre os participantes da capacitação, várias realidades distintas. Paulo Gonçalves Filho é consultor na Cold Line Brasil, empresa de refrigeração comercial com sede em Campo Grande, e contou que já exporta para o Paraguai e para a Bolívia. “Iniciamos o processo de exportação recentemente, há cerca de um ano. Por isso decidimos participar da capacitação, com o objetivo de estabelecer preços mais competitivos e fomentar novos mercados no Mercosul”, informou.

Já Walter Ferreira Cruz, gerente-geral da indústria panificadora Saborzitos, contou que a empresa começou a avaliar a viabilidade de exportar produtos há pouco tempo. “É a primeira capacitação voltada para o comércio exterior que participamos. Estamos de olho no mercado de países vizinhos, mas, antes de nos aventurarmos, vamos participar de mais alguns cursos para entender melhor o processo”, avisou.

Guilherme Delamare participou da capacitação representando a trader Corex, que trabalha com importação e exportação de carne bovina. “Mesmo já estando inseridos no contexto da comercialização internacional, decidimos participar do curso com o objetivo principal de entender mais profundamente a questão tributária”, relatou.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias