Segunda-Feira, 10 de Dezembro de 2018
Logística
30/05/2018 15:29:00
Rodovias começam a ter tráfego normal, região norte totalmente liberada
Governo do estado se comprometeu a reduzir alíquota do diesel para 12%

CE/PCS

Imprimir
Foto: WhatsApp/EMS

Pelo menos 100 mil caminhoneiros cruzaram os braços em Mato Grosso do Sul nos últimos 10 dias e começaram hoje a voltar para a estrada, segundo estimativa do Sindicato dos Caminhoneiros de MS (Sindcam). Há cerca de 200 mil trabalhadores de transporte rodoviário no Estado. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) afirma, no entanto, ainda existirem três pontos de manifestação no Estado. Em Campo Grande, os cinco trechos já foram desmobilizados.

Com a paralisação perto do fim, prevê-se que até semana que vem, todos os serviços e distribuição de produtos que foram comprometidos estejam normalizados.

O representante da entidade, Roberto Sinai, que é o relações pública do sindicato, afirma que a pressa agora é para que os caminhões que ficaram parados sejam carregados. “De 85% a 90% dos caminhões pararam já descarregados, porque a paralisação já estava prevista”, comentou.

Já quem parou carregado (cargas não perecíveis), “basta seguir caminho”, segundo Sinai.

A decisão dos trabalhadores por voltarem ao trabalho decorreu de anúncio do governo do Estado de reduzir a alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) do óleo diesel, de 17% para 12%.

A medida ainda não está em vigor, mas deve ser votada ainda esta semana pela Assembleia Legislativa, mesmo com o feriado de Corpus Christi, comemorado amanhã. Colaboraram com a decisão as medidas do governo federal de redução do valor do combustível e redução dos impostos Pis/Cofins e da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide-combustíveis).

A paralisação começou na semana passada, segunda-feira, dia 21 de maio e começou a ser desmobilizada nesta manhã. A categoria afirma que com as reduções previstas, será mais vantajoso e competitivo o trabalho e ainda que será possível haver lucro. “Antes, estávamos pagando para trabalhar com o preço alto do diesel”, comentou Sinai.

REGIÃO NORTE

Na BR-163, região norte de Mato Grosso do Sul, a liberação do tráfego de caminhões está totalmente liberada desde às 12h desta quarta-feira (30). No Mato Grosso o trânsito também foi normalizado.

Foto: WhatsApp/EMS
COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias