Terça-Feira, 21 de Agosto de 2018
Meio Ambiente
02/05/2018 17:18:00
Com estiagem antecipada, MS tem o município mais quente do Brasil
Em uma semana cidades de Mato Grosso do Sul ficaram quatro vezes no topo do ranking e nos outros três dias caíram para segunda e quarta posição

CGNews/PCS

Imprimir
Foto: Renato Lima

Mato Grosso do Sul está em estiagem antecipada devido as chuvas interrompidas ainda no final da estação de verão. Além disso, somente em uma semana, o Estado figurou com mais de uma cidade na lista dos 10 municípios mais quentes do Brasil. Ontem mesmo, quem liderava o ranking era Três Lagoas – a 338 quilômetros de Campo Grande.

Balanço do meteorologista da Uniderp, Natalio Abraão, aponta que em abril houve pouca chuva na maioria das regiões do Estado. A média prevista para Mato Grosso do Sul era de 93,7 milímetros, no entanto, o acumulado foi de 40,2 milímetros.

O número representa que choveu 42,9% do esperado no mês em Mato Grosso do Sul. Na Capital, o previsto era de 116,5 milímetros, porém o fenômeno atingiu 88,8. No resultado geral, a estiagem antecipada pode prejudicar o resultado produtivo e a produtividade da safra.

Ainda conforme balanço, o calor e o tempo seco devem continuar. Não há previsão de chuvas até a próxima semana e um bloqueio atmosférico, impede avanço de frentes frias. Queda nas temperaturas não estão previstas pelo menos até 13 de maio.

Calorão

Segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) entre os 5.570 municípios do Brasil, Três Lagoas foi a cidade mais quente, com máxima de 36ºC.

Em uma semana cidades de Mato Grosso do Sul ficaram quatro vezes no topo do ranking e nos outros três dias caíram para segunda e quarta posição. Além de Três Lagoas, estão na lista Sonora, Aquidauana, Porto Murtinho e Água Clara.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias