Segunda-Feira, 21 de Maio de 2018
Meio Ambiente
10/05/2018 16:33:00
Como a AI do Google está ajudando a evitar o desmatamento da Amazônia

IDGNow/PCS

Imprimir

Projeto Rainforest Connection utiliza celulares alimentados com TensorFlow para reconhecer o som de motosserras; Tecnologia também é aplicada em outros projetos de impacto social.

Durante a conferência para desenvolvedores do Google, a Google I/O, que aconteceu nesta semana, a gigante de tecnologia explicou e exemplificou como tem usado sua plataforma aberta de machine learning, a TensorFlow, para ajudar cientistas e pesquisadores ao redor do mundo a resolver grandes problemas da sociedade.

Entre os projetos que recorrem à tecnologia está um alocado no Brasil, o Rainforest Connection. Seu fundador Topher White inventou um dispositivo, que batizou de “O Guardião”, cujo objetivo é evitar o desmatamento ilegal da Amazonia.

O projeto utiliza celulares antigos, reciclados e alimentados com o Tensorflow. Eles são instalados em árvores por toda a floresta, e são eles os responsáveis por reconhecer o som de motosserras e caminhões de madeira e alertar para os guardas florestais que policiam a área. Sem esses dispositivos, a região seria policiada por pessoas, o que é quase impossível, dada a enorme área que cobre.

O Google também compartilhou outros três projetos de impacto social que utilizam de sua AI aberta.

Ari Silburt, estudante de PhD na Penn State University, usa Machine Learning para encontrar e mapear crateras na lua. Até agora, já foram identificadas mais de 6.000 novas crateras.

Outro projeto, encabeçado pelo Dr. Jorge Cuadros, utiliza a tecnologia para diagnosticar com antecedência casos de retinopatia diabética (RD), ajudando a prevenir a cegueira precoce em pacientes diabéticos, além de determinar os riscos de doença cardiovascular com análise de imagens a partir de um modelo de aprendizagem profunda.

Já as alunas do ensino médio Shaza Mehdi e Nile Ravenell criaram um app com o TensorFlow para reconhecer se sua planta está doente. Shaza também criou outro app parecido para diagnosticar doenças de pele.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias