Sábado, 21 de Abril de 2018
Meio Ambiente
25/12/2017 07:05:00
Verão começa com projeção de muita chuva e altas temperaturas
Prognóstico aponta para temperaturas abaixo da média em janeiro

CE/PCS

Imprimir
Foto: PC de Souza

O registro em foto e vídeo feito por moradores dos municípios de Rochedo, Maracaju e Coxim, demonstram uma prévia do que será a estação mais quente do país. O verão começou no dia 21 de dezembro e termina no dia 20 de março de 2018, com projeções meteorológicas de chuvas acima da média em Mato Grosso do Sul, bem como tempestades de granizo e aumento na incidência de raios.

Neste domingo (24), o boletim divulgado pelo Núcleo de Monitoramento e Previsão de Descargas Atmosféricas revelou que o Estado apresentou uma classificação considerada faixa 'baixa' para descargas elétricas: o que significa até 31 descargas/hora, porém, no início da semana este número chegou a mais de 100 ocorrências. A titulo de esclarecimento, a faixa 'baixa' contabiliza até 31 descargas, a 'média' de 31 a 180 e a 'alta', 180 registros no período de uma hora.

Pesquisa divulgada pelo Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat) revela que 50 milhões de raios caem no Brasil anualmente, sendo 43% na estação do verão. O mesmo estudo aponta que entre os anos de 2010 e 2013, mais de 1,6 mil pessoas morreram em decorrência de descargas elétricas.

Segundo o meteorologista Natálio Abraão, a projeção é de que até o último dia de dezembro, a média de chuvas em Campo Grande, por exemplo, seja de 212 milímetros e antecipa algumas informações: “A média da Capital até o momento foi de 168,8 milímetros e deve chover no dia 24 e 31 de dezembro”, observa.

PREVISÃO JANEIRO

De acordo com informações do Centro de Monitoramento de Tempo, do Clima e dos Recursos Hídricos de Mato Grosso do Sul (Cemtec), a presença do fenômeno La Niña terá intensidade fraca, o que pode representar chuvas acima da média histórica do trimestre. Desta forma, a estimativa é de que o mês de janeiro seja o mais chuvoso do verão 2017/2018.

A boa notícia é que as temperaturas ficarão abaixo da média, uma vez que as chuvas e as nuvens devem amenizar a sensação de calor e abafamento acima da média nos demais meses.

CHUVAS DE VERÃO

A estação é caracterizada, normalmente, por temperaturas elevadas em todo o país, em função da posição relativa do Sol mais ao sul, tornando os dias mais longos que as noites e com mudanças rápidas nas condições de tempo, ou seja: chuva forte, queda de granizo, vento com intensidade moderada à forte e descarga elétrica, em todas as regiões do Brasil.

De acordo com o Inmet, o final de semana promete ser chuvoso em todo o Mato Grosso do Sul, com áreas de instabilidades associadas a um sistema de baixa pressão, favorecerão a formação de nuvens carregadas que devem provocar chuvas a qualquer hora do dia em todas as regiões do Estado.

As temperaturas permanecerão elevadas no Estado durante o final de semana com variação entre 22 ºC a 35 ºC.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias