Quarta-Feira, 23 de Maio de 2018
Meio Ambiente
24/01/2018 17:50:00
Verão é época em que escorpiões mais aparecem e cuidados devem ser redobrados

CE/PCS

Imprimir

O verão com muito sol e chuva praticamente todos os dias é o cenário ideal para a proliferação do escorpião, fazendo com que incidentes de pessoas vítimas do animal aumentem. A coordenadora do Centro de Controle de Zoonozes (CCZ) de Campo Grande, Iara Helena Domingos, lembra que além das altas temperaturas em conjunto das chuvas, a maior oferta de alimentos ocasiona no desalojamento dos escorpiões.

No ano passado, foram registrados 147 casos de incidentes com escorpiões na Capital, sendo um aumento de 110% nos casos quando comparado ao mesmo período do ano anterior. De janeiro a dezembro de 2016 foram 70 incidentes.

“É a combinação ideal para que haja a maior proliferação destes animais. Todos estes fatores contribuem para isso, por isso é preciso que a população mantenha-se vigilante e tome alguns cuidados para evitar incidentes”, reforça.

Conforme a coordenadora do CCZ, há várias formas de controle de animais peçonhentos e tudo depende de qual animal foi encontrado. As principais orientações são quanto ao manejo do ambiente, limpeza, organização de materiais e desinsetização em alguns casos.

“Para se prevenir de acidentes é preciso manter o ambiente sempre limpo, ralos de banheiros, pias e tanques tampados e evitar andar pela casa a noite com a luz apagada. Combater baratas e outros insetos que são alimentos para o escorpião também são importantes”, reforça.

Caso o morador encontre um animal em sua casa ele deve entre em contato imediatamente com o CCZ para receber as orientações sobre como proceder e, se houve necessidade, será agendada uma visita. O número do serviço é 3313-5026 no horário comercial ou no 3313-5000.

Se a pessoa for picada por um escorpião ou qualquer outro animal peçonhento deve procurar imediatamente uma unidade de saúde para receber o atendimento adequado.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias