Sexta-Feira, 16 de Novembro de 2018
Mundo
06/11/2018 10:57:00
Facebook bloqueia contas antes do início da eleição legislativa nos EUA

G1/LD

Imprimir

O Facebook tirou do ar 30 contas na rede social e outras 85 no Instagram na noite da segunda-feira (5). As contas foram bloqueadas poucas horas antes do início da eleição legislativa nos Estados Unidos, depois que o Facebook recebeu uma denúncia das autoridades policiais americanas.

Em um comunicado divulgado na noite da segunda-feira (5), a empresa afirma que as investigações estão em "estágio inicial" e que as contas podem estar "envolvidas em um comportamento não autêntico coordenado". O comunicado é assinado por Nathaniel Gleicher, chefe de cibersegurança da empresa.

Ainda segundo o Facebook, quase todas as páginas associadas a essas contas pareciam estar nos idiomas francês ou russo. Já as contas do Instagram estavam associadas a contas principalmente em inglês, sendo que algumas estão focadas em celebridades e outras em debates políticos.

O comunicado afirma ainda que, apesar de as investigações estarem em fase preliminar, a empresa fez o anúncio publicamente por causa da importância das eleições de meio de mandato nos Estados Unidos.

Nesta terça-feira (6), os americanos votam nas chamadas "midterms", as eleições de meio de mandato. Os eleitores vão definir uma nova Câmara, um terço do Senado e mais de 75% de seus governadores.

O Facebook vem apagando contas e páginas que tentam espalhar desinformação de diversos países, incluindo brasileiras. Em agosto, foram deletadas 254 páginas, 276 perfis e três grupos no Facebook, além de 116 contas no Instagram vinculadas ao Irã.

Em 22 de outubro, 68 páginas e 43 contas associadas ao grupo brasileiro Raposo Fernandes Associados (RFA) foram banidas por “violação de políticas de autenticidade e de spam”.

Veja o comunicado na íntegra:

"Como parte de nossos esforços para prevenir a interferência do Facebook durante eleições, estamos em contato regular com os agentes da lei, especialistas externos e outras empresas ao redos do mundo. Essas parcerias, e nossas próprias investigações, tem nos ajudado a remover maus atores do Facebook em muitas ocasiões no ano passado - mais recentemente 82 páginas, grupos e contas relacionadas ao Irã, em 26 de outubro.

No início da noite de domingo, policiais dos Estados Unidos nos contatou a respeito de atividade online que eles recentemente descobriram e que eles acreditam que estejam relacionadas a entidades estrangeiras.

Nossa investigação preliminar identificou até o momento cerca de 30 contas do Facebook e 85 contas do Instagram que podem estar envolvidas em um comportamento não autêntico coordenado. Nós imediatamente bloqueamos essas contas e estamos agora as investigando com mais detalhe. Quase todas as páginas do Facebook associadas com essas contas parecem estar em lígua russa ou francesa, enquanto as contas do Instagram parecem estar em sua maoria em inglês - algumas são focadas em celebridades, outras em debate político.

Normalmente, nós teríamos uma análise mais avançada antes de anunciar isto publicamente. Mas dado que estamos há apenas um dia de uma importante eleição nos Estados Unidos, nós queremos que as pessoas saibam sobre as ações que temos tomado e os fatos que nós conhecemos hoje.

Uma vez que soubermos mais - incluindo se essas contas estão vinculadas à Agência de Pesquisa da Internet baseada na Rússia ou outras entidades estrangeira - nós vamos atualizar essa postagem".

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias