Domingo, 20 de Setembro de 2020
Mundo
14/08/2020 09:24:00
Incêndio florestal na Califórnia força 500 famílias a deixarem suas casas

Midiamax/LD

Imprimir

MUNDO Incêndio florestal na Califórnia força 500 famílias a deixarem suas casas As chamas atingiram quatro mil hectares em apenas três horas Danielle Errobidarte Em 09h21 - 14/08/2020

Mais de 300 bombeiros foram enviados ao local para combater o fogo. (Foto: Reprodução/ Cristian Monterrosa - EFE) Um incêndio florestal no estado norte-americano da Califórnia forçou centenas de moradores a deixarem suas casas conforme o fogo assolava as montanhas ao norte de Los Angeles, alimentado por uma vegetação densa de arbustos secos e madeira que queimaram pela última vez entre 50 e 100 anos atrás, afirmaram autoridades dos bombeiros. As primeiras chamas começaram na quarta-feira ( Incêndio florestal na Califórnia força 500 famílias a deixarem suas casas12) e até esta sexta-feira (14) já foram mais de 4 mil hectares queimados.

Apesar de ter caído uma leve chuva na região do Lago Hughes, na Floresta Nacional de Los Angeles, a contenção na tarde de ontem (13) não chegava a 1%. Segundo o porta-voz do Serviço Florestal dos Estados Unidos Andrew Mitchell, as temperaturas na região ultrapassaram os 37ºC durante todo o dia.

Mais de 300 bombeiros foram alocados para combater o incêndio, batizado de Incêndio do Lago, e que pode ter sido provocado por atividade humana, embora a causa precisa ainda esteja em investigação, disse Mitchell.

Nenhuma vítima foi registrada até ontem (13), mas o incêndio provocou a retirada obrigatória de moradores de 500 casas nas comunidades de Lake Hughes e Leona Valley, cerca de 65 quilômetros ao norte do centro de Los Angeles, de acordo com o porta-voz.

Segundo ele, a vegetação espessa e seca, que não queima há cerca de um século, estava abastecendo as chamas que avançavam rapidamente sobre cânions íngremes e encostas de morros. “Será um grande incêndio e que vai durar vários dias”, disse o diretor regional de Incêndios do Serviço Florestal, Robert Garcia.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias