Quarta-Feira, 26 de Abril de 2017
Nos Bastidores
20/11/2016 09:00:00
Acima de tudo...

Edição MS

Imprimir

...e de todos!

É assim que se sente comerciante de Coxim. Ao menos, é isso que demonstra.

Primeiro, a dondoca tentou furar a fila do açougue, alegando que um dos funcionários tinha separado sua carne. Oras bolas, se ele tinha separado a carne, espere chegar sua vez para pegá-la. Ele não tem que parar de atender quem está na fila.

Não satisfeita, a bonita (#sqn) exigiu que o supermercado entregasse sua compra em casa. Até aí tudo bem, se já não fosse 19 horas e o horário de entrega tivesse encerrado. E se eu contar que a dita cuja tinha ido às compras de carro? Qual o problema de transportar os próprios alimentos?

Preciso narrar a arrogância usada para falar com os funcionários? Não né?

Ainda bem que Deus não dá asa a cobra. Fico imaginando se fosse linda e rica... Para finalizar, espero que o supermercado tenha a mesma conduta o dia em que um simples mortal, sem veículo, precise da entrega fora do horário. Sem mais, fui...

Últimas notícias