Terça-Feira, 19 de Janeiro de 2021
Polícia
13/01/2021 09:16:00
PM apreende quase duas toneladas de drogas escondidas no mato em cidade da região norte

Sheila Forato

Imprimir
Foto: Divulgação/PM

No início da tarde desta terça-feira (13), a Polícia Militar apreendeu 1.960 quilos de maconha escondidos às margens de um córrego, na zona rural de Costa Rica, região norte de Mato Grosso do Sul. Os policiais também conseguiram prender um dos traficantes, homem de 37 anos, que não teve o nome revelado.

A ocorrência começou durante uma abordagem de rotina na MS-316, saída para Paraíso das Águas. A Polícia Militar abordou três veículos, sendo um guincho que conduzia um caminhão Renault e rebocava uma camionete GM S-10.

Durante abordagem os policiais observaram que as versões do motorista do caminhão guincho, seu auxiliar e o condutor da camioneta. O motorista do caminhão guincho dizia que fora contratado para buscar os dois veículos que estavam estragados na região conhecida como Curralinho, ambos estariam realizando mudança para uma fazenda na região.

Entretanto, condutor da camionete, que contratou o serviço não sabia indicar o nome da fazenda para onde levou a referida mudança. Após os questionamentos os policiais realizaram buscas nos veículos e notaram um forte odor de maconha na carroceria do caminhão, que é tipo baú.

Foto: Divulgação/PM

Em seguida, a equipe policial deslocou para a região onde o homem de 37 anos falou que tinha levado a mudança, porém, na fazenda indicada, ninguém soube informar desse recebimento, levantando ainda mais suspeitas. Com o cerco se fechando, o condutor da camionete acabou confessando que estava fazendo o transporte de drogas.

Ele abriu o jogo e informou que o caminhão que realizava o transporte da droga apresentou problemas mecânicos e ele, juntamente com seu comparsa, realizaram a baldeação da droga para a uma mata às margens de um córrego da região. A droga foi localizada no interior da mata, próximo a cabeceira da ponte do córrego Prata.

Dentro do caminhão foi encontrado um rádio transmissor que, segundo o autor, era utilizado para comunicação entre os comparsas. O motorista do caminhão não foi localizado. Após pesagem, o entorpecente totalizou 1. 960 kg, dispostos em 2.394 tabletes, sendo 62 tipo skunk e 2.332 do tipo maconha prensada.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias