Domingo, 20 de Setembro de 2020
Política
14/09/2020 10:52:00
Bolsonaro desiste de recriar ministério da Segurança e cogita extinguir Turismo

Midiamax/LD

Imprimir

O presidente da República, Jair Bolsonaro, desistiu de recriar o Ministério da Segurança Pública. Segundo a CNN Brasil, restrições orçamentárias forçaram o presidente a mudar de ideia.

Agora, Bolsonaro avalia extinguir um dos 23 ministérios. O Turismo é o alvo, atualmente ocupado por Marcelo Álvaro Antônio (PSL). À pasta de Antônio, está vinculada a Secretaria Especial de Cultura, chefiada por Mario Frias.

Com isso, as funções da pasta do Turismo seriam divididas entre o Ministério da Cidadania e com a Embratur (Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo). A nova vinculação da Cultura não foi definida.

Bolsonaro havia prometido em junho que recriaria a pasta de Segurança. O ministério existiu no fim do governo de Michel Temer (MDB), sendo fundido com a pasta da Justiça em 2019.

Coordenador da bancada da bala, deputado federal Capitão Augusto (PL-SP), afirmou que ainda não foi comunicado oficialmente da decisão, mas disse que já esperava.

“Esperávamos para outubro. Como o governo não chamou mais, achávamos que não sairia mesmo”, comentou.

Comunicações foi o último ministério criado pelo presidente, em junho. O deputado federal Fábio Faria (PSD-RN) foi indicado para comandar o órgão. Ele é genro do apresentador de TV e proprietário do SBT, Silvio Santos.

A LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) de 2021 prevê que o governo só terá cerca de R$ 96 bilhões para gastar livremente. Isso equivale a 6% do Orçamento, que projeta despesa total de R$ 1,5 trilhão. Procurado, o Palácio do Planalto disse que não comentaria.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias