Terça-Feira, 17 de Setembro de 2019
Política
20/04/2019 08:43:00
Em áudio enviado para caminhoneiros, Onyx diz que governo deu 'trava' na Petrobras

CBN/PCS

Imprimir

Ministro da Casa Civil diz que está trabalhando "em várias coisas bacanas" para os caminhoneiros e que os reajustes do preço do diesel não pode ser reajustado em um intervalo menor do que de 15 dias. O áudio foi revelado pela 'Revista Veja'.

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, e o presidente Jair Bolsonaro na cerimônia dos cem dias de governo. (Foto: Divulgação / Casa Civil)

Antes de o presidente Jair Bolsonaro (PSL) intervir de forma atabalhoada no preço do diesel, o governo já dava mostras de que a proximidade com as pautas corporativistas dos caminhoneiros estava indo além do desejável.

Em 27 de março, um grupo de Whatsapp de lideranças da categoria, que conta até com a presença do ministro da Cidadania, Osmar Terra, recebeu um áudio atribuído ao ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

Na mensagem de 1 minuto e 40 segundos, Lorenzoni assegura estar trabalhando em “várias coisas bacanas” para os caminhoneiros. “Já demos uma trava na Petrobras”, afirmou o ministro. A “trava” dizia respeito à mudança na periodicidade com que se altera o preço do diesel.

A medida havia sido anunciada pela diretoria da estatal no dia anterior à gravação da mensagem. “Qualquer modificação de preço, no mínimo entre 15 e 30 dias de variação, não pode ter menos do que isso”, declarou Lorenzoni.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias