Terça-Feira, 17 de Julho de 2018
Política
15/04/2018 07:01:00
Odilon desmente pesquisa e diz que espalham boatos e notícias falsas
Falta de registro no TSE pode dar multa de R$ 105 mil a Datamax

CE/PCS

Imprimir

Nesta véspera de campanha eleitoral institutos têm causando transtorno para pré-candidatos. O juiz federal aposentado Odilon de Oliveira (PDT) disparou nota para a imprensa tentando esclarecer os números da Datamax divulgado nesta semana.

A consultoria não registrou a pesquisa para senador no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), somente para governo. Mesmo assim deixou público o resultado do questionário e poderá ser multada em até R$ 105 mil, podendo punir também o órgão de imprensa que divulgou o mesmo.

Esta é segunda vez que o caso se repete em menos de 15 dias. "Vamos em frente, com Deus nos guiando. Andam espalhando boatos de que eu estaria trocando o governo do Estado pelo senado. São notícias falsas, criadas por quem vê na minha vitória uma certeza do fim da corrupção e de outros esquemas criminosos com o dinheiro do povo", ressaltou Odilon.

O juiz federal aposentado voltou a reforçar que permanecerá com seu nome para a disputa ao Executivo Estadual. "Estou firme como pré-candidato a governador. Nunca fui de desistir de nada, mesmo enfrentando situações de alto risco. É dever a defesa do povo e do Brasil".

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias