Sábado, 14 de Dezembro de 2019
Política
02/12/2019 09:45:00
Pelo menos 10 nomes se movimentam para sentar na cadeira de prefeito de Coxim

Sheila Forato

Imprimir

Uns já se intitulam pré-candidatos, outros negam, mas trabalham nos bastidores para viabilizarem seus nomes. Tem ainda aqueles que de alguma forma tiveram os nomes cogitados. O fato é que, direta ou indiretamente, pelo menos 10 pessoas já se movimentam para sentar na cadeira que hoje pertence a Aluizio São José (PSB), a de prefeito de Coxim.

Apesar do discurso de que as finanças do município vão de mal a pior, tem muita gente querendo trabalhar para melhorar essa situação (ou piorar, nunca se sabe). Declaradamente, o vereador Lucimar Barbosa de Oliveira (PRB), o Careca, o advogado Osiel Ferreira de Souza (Solidariedade) e os ex-vereadores Carlos Zanin e Sergio Alexandre da Silva, o Serginho, se intitulam pré-candidatos.

Além desses, o vice-prefeito Edvaldo Bezerra (MDB) tem pretensões, o ex-vice-prefeito Edilson Magro (DEM) também. Tanto que ele trocou de partido, depois de militar a vida toda no MDB, em busca desse espaço. Entretanto, no DEM ainda existe outro nome com pretensão de disputar a prefeitura. É Claudio Santana, o PQD, que foi candidato a vice-prefeito de Rubens Dantas (DEM).

Dentre os veteranos três nomes são ventilados. Um deles é do presidente da Câmara, Vladimir Ferreira (PT), que se mantém no comando do legislativo desde 1º de janeiro de 2017. Se cogitam ainda os vereadores Franciel Oliveira e Carlos Oliveira de Rezende, o Carlão, ambos do PSB. Os dois deixaram a Câmara para cuidar de secretarias (Saúde e Obras). Na semana passada Carlão anunciou sua saída da pasta, retomando nesta semana sua cadeira no legislativo. Já Franciel deve sair apenas na data limite, em abril de 2020.

Por falar em veteranos, um dos principais nomes é de Moacir Kohl (PTB), que já foi prefeito de Coxim por duas vezes, assim como vice-governador de Mato Grosso do Sul. Em conversas informais ele não se declara pré-candidato, mas, segundo fontes ouvidas pelo Edição MS, também não descarta a possibilidade.

No âmbito dos novatos, aparecem outros dois advogados, em situações diferentes. William Meira que milita no PSDB há muitos anos afirma que tem pretensões, já Caio Campos, que acaba de deixar o PSL para ajudar na estruturação do Aliança em Coxim e atua no Sinsmc (Sindicato dos Servidores Municipais de Coxim), declarou recentemente que não pretende disputar a vaga de prefeito. O que pode mudar nos próximos meses. Concordam?

Editada para acréscimo de informações.

Notícias relacionadas

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias