Quinta-Feira, 17 de Agosto de 2017
Sonora
27/01/2017 14:38:00
Atleta ‘gato’ da Copinha pede perdão a clube: ‘Não queria magoar ninguém’

EXTRA/LD

Imprimir

O jogador Heltton Matheus Lima, que usou o nome falso de Brendon Matheus Lima dos Santos, pediu perdão ao Paulista, de Jundiaí, após o clube ser eliminado da Copa São Paulo de Futebol Júnior porque ele mentiu a sua identidade e a idade. O jogador usou o seu perfil no Facebook para se desculpas e afirmou que “nunca teve a intenção de magoar ninguém”.

"Queria pedir perdão ao clube Paulista de Jundiaí, aos meus amigos que entristeci, ao professor Umberto Lourenço e toda comissão. Eu não queria magoar ninguém, só queria realizar um sonho de ser um jogador e de chegar com um caminhão de brinquedos e medicamentos para essas crianças da minha cidade. Eu sei que fiz tudo errado, mas foi tentando acertar. E ao povo de Jundiaí, eu queria dizer que suei muito aquela camisa para que todo fim de partida terminasse com seus sorrisos, doei de verdade. mas acabei trazendo choro. Me perdoem, espero um dia recompensar todo mal que eu causei a cada um de vocês. Eu não fiz por mal, eu não sou criminoso, só queria ser uma pessoa melhor", escreveu na web.

Destaque do Paulista na Copinha, Heltton foi denunciado pelo Batatais, eliminado pelo time na semifinal do torneio, no domingo. O jogador utilizou documentos de um rapaz preso no Rio de Janeiro sob a acusação de roubo e tráfico de drogas. De acordo com a denúncia, o atleta teria 22 anos, e não 20. Como a Copinha só permite atletas com até 20 anos, ele não poderia participar.

A Federação Paulista de Futebol (FPF) encaminhou para a Polícia Civil e para o Ministério Público a denúncia do caso de Brendon. Devido aos documentos falsos, o Paulista acabou sendo excluído da competição e o Batatais herdou a vaga na final, vencida pelo Corinthians.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias