Segunda-Feira, 20 de Novembro de 2017
Veículos
29/10/2017 11:01:00
3º carro mais vendido do Brasil zera teste de colisão
Os resultados dos dois modelos na prova de impacto lateral foram os piores da recente bateria de testes

Exame/PCS

Imprimir
Porta traseira do Ka se abriu após o impacto em teste (Foto: Latin NCAP/Divulgação)

O terceiro carro mais vendido no Brasil (8.727 unidades vendidas em 2017, até setembro) tirou nota zero no teste de colisão feito pela Latin NCAP, organização que avalia a segurança dos veículos vendidos na América Latina.

O Ford Ka e o Ka receberam a nota mínima (uma estrela) no teste que mediu a proteção de adultos e três estrelas no teste que mediu a proteção de crianças.

Os resultados dos dois modelos na prova de impacto lateral foram os piores da recente bateria de testes.

O relatório do teste concluiu que o Ka foi mal avaliado no teste de impacto lateral porque o passageiro adulto apresentou lesões no peito. Também, porque houve “invasão da coluna ‘B’ no habitáculo” e porque apresentou dificuldade na abertura das portas.

Houve também falta de dispositivos de absorção de impacto lateral na estrutura e nos painéis das portas.

A conclusão da Latin NCAP: “o Ka não foi aprovado conforme a norma básica de proteção contra impactos laterais das Nações Unidas (UN95), obrigatória na Europa desde 1995”.

Outros pontos criticados pelo relatório: o Ka não oferece cintos de segurança de três pontos para todos os passageiros, não há sistema que desliga o airbag do passageiro (recomendado quando há instalação de uma cadeirinha de criança) e a porta traseira direita se abriu durante o teste de impacto.

À revista Quatro Rodas, a assessoria de imprensa da Ford declarou que o Ka “cumpre integralmente com a respectiva legislação brasileira e oferece equipamentos de série que vão além das exigências locais de segurança”.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias