Terça-Feira, 30 de Maio de 2017
Veículos
20/04/2017 18:33:00
Fiat chama novo hatch de Argo para retomar momento de ouro no Brasil

UOL/PCS

Imprimir

Inspirado na mitologia grega, Argo também sustenta atual padrão de nomes com quatro letras usado em Toro e Mobi

A Fiat já definiu o nome de seu novo carro no Brasil: o projeto X6H dará origem ao hatch Argo. A escolha sustenta o atual padrão de nomes com quatro letras da Fiat, seguido atualmente por Toro e Mobi.

Já existe um site especial para o modelo, mas sem qualquer imagem, que serve como cadastro de clientes interessados. Nesta página, a Fiat define o Argo como "o mais completo hatch premium do mercado".

Esta definição de "hatch premium" é usada para modelos como o próprio Fiat Punto (que o Argo vai substituir). Mas para ser "o mais completo" é preciso superar modelos como Ford New Fiesta, Honda Fit, Citroën C3 e Peugeot 208, entre outros. Preços da categoria orbitam o patamar de R$ 47 mil a quase R$ 70 mil, distantes do consumidor mais amplo.

Visual arrojado, acabamento ao nível de Toro e Jeep Renegade e boas soluções tecnológicas são esperadas desde os flagras mais recentes.

Espera-se sua chegada para o segundo semestre deste ano. O X6H roda em testes camuflados há mais de um ano.Em busca do "ouro"

O projeto do agora chamado Argo é o mais ambicioso da Fiat sem recursos diretos da parceira Jeep (aqui estamos falando da picape Toro).

Embora tenha pontos em comum com o novo Tipo europeu, principalmente no design, o Argo será menor e com diferenças de motorização. O Tipo é um modelo médio, enquanto o novo carro será um compacto-médio, com porte de Renault Sandero.

Tanto são próximos, que o sedã médio da família Tipo é chamado de Aegea na Turquia, mercado onde surgiu.

Aegea e Argo são nomes da mitologia grega: o primeiro diz respeito à rainha das amazonas e também dá nome ao mar Egeu; o último é tirado do nome do barco que leva Jasão, Hércules e outros heróis que buscam o velo de ouro.

Reencontrar o "velo de ouro" das vendas que um dia a fizeram ser líder de mercado é a grande aventura (para não dizer necessidade) da Fiat neste momento.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias